É necessário que seu navegador esteja com o javascript habilitado
logo

Bienal lança livros que abordam obra de Rubem Braga

Publicada em 16 de maio de 2018

Ana Karla Dubiela falou também sobre o processo de pesquisa na produção do livroAna Karla Dubiela falou também sobre o processo de pesquisa na produção do livro

Dois dos livros lançados nesta quarta (16) na 7ª Bienal Rubem Braga têm como tema o próprio Rubem. As autoras, Ana Karla Dubiela e Maikely Teixeira Colombini, são do Ceará e do Espírito Santo, respectivamente, e as obras têm um aspecto em comum: são adaptadas de trabalhos acadêmicos.

Dubiela fez o primeiro lançamento da tarde, no Auditório Newton Braga, e falou um pouco aos participantes sobre o processo de pesquisa para “As cidades de Rubem Braga e Walter Benjamin”. Essa etapa do processo na produção literária, inclusive, é abordada no seu livro, junto a um roteiro para leituras que envolvem o cronista cachoeirense.

“Foram dez anos de pesquisa, e pude perceber que Rubem Braga trazia com frequência temas como a natureza, a infância, o amor e a mulher, de modo geral. Porém, o destaque da análise são as cidades na história dos autores. É importante dizer: as cidades renascem através da obra desses artistas”, frisou.

Hoje moradora de Cachoeiro, a escritora Maikely Teixeira Colombini estava em Viçosa (MG) na época em que escreveu “Rubem Braga: um cosmopolita afeito à sua província”. A distância da terra natal tornou as crônicas de Rubem ainda mais fortes para ela no sentido de identificação.

“Foi muito marcante pra mim a memória afetiva que ele tinha em relação a Cachoeiro. Quando eu me dei conta disso, essa característica me norteou. Fui sendo levada para as ruas que eu visitei e que ele citava, a casa dele – eu fazia pesquisas por lá quando o local abrigava a biblioteca municipal – e a natureza”, relembra.

Pela manhã, teve lançamento do livro “Do outro lado do muro”, autobiografia de Alcy Bitencourt produzida por Roberto Al Barros. Outros dois livros tiveram lançamento à noite: os romances “Os Dalmarco”, de Daniel Sueth; e “3:20”, de Jorge Wilson. Os três autores são do sul do estado.

Bienal tem lançamento de 32 livros

Ao todo, a programação desta edição conta com lançamento de 32 livros. Essas atividades ocorrem no Auditório Newton Braga e na Sala Rubem Braga.

Entre os destaques estão “Fair play – o grande deboche”, do jornalista e colunista social Wesley Sathler, romance inspirado em acontecimentos reais; e “O breviário do silêncio”, com 52 poesias elaboradas entre 2016 e 2018 pelo escritor Anaximandro Amorim, membro da Academia Espírito-Santense de Letras.

A Bienal

A 7ª Bienal Rubem Braga é uma realização da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Semcult), apoiada pelo governo do estado, Unimed Sul Capixaba, Sebrae, Sesc, Senac, Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes - campus Cachoeiro), TV Gazeta Sul e jornais ES de Fato, Aqui Notícias e Folha do ES.

A programação completa, totalmente gratuita, pode ser acessada no site: bienalrubembraga.cachoeiro.es.gov.br.

Copyright © 2013 Prefeitura Municipal de Cachoeiro de Itapemirim - Todos os direitos reservados
Praça Jerônymo Monteiro, 28 - Centro - Cep.: 29300-170 | SAC 156 - Tel.: 28 3155-5237