É necessário que seu navegador esteja com o javascript habilitado
logo

Bloqueio em bairros alcança bom resultado contra o Aedes

Publicada em 13 de março de 2018

Equipes percorrem áreas onde foram constatados casos suspeitos de dengueEquipes percorrem áreas onde foram constatados casos suspeitos de dengue

Três bairros de Cachoeiro recebem nesta semana o trabalho de combate ao Aedes aegypti com o equipamento costal de UBV leve, para aplicar o pulverizante contra o mosquito. As equipes percorrem o São Luiz Gonzaga, o Aeroporto e o Independência, em áreas onde foram constatados casos suspeitos de dengue.

Essa prática foi alterada no ano passado pela prefeitura, em relação à área coberta após notificações da doença. Se o paciente tinha seu caso registrado, a equipe já incluía a rua e adjacências nas visitas de levantamento e combate. Agora, o raio de cobertura cresceu e é aplicado muitas vezes em conjunto com área próxima. Assim, em algumas situações, o bairro todo recebe a ação, chamada de bloqueio.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (Semus), a intensificação dos bloqueios está entre os principais fatores para a queda no número de casos na cidade. Na soma das quatro primeiras semanas epidemiológicas, neste ano, foram 106 casos suspeitos. Já nas quatro seguintes, o número cai para 62. A média se manteve na semana 9, com apenas 18 casos notificados.

Para pautar a visita às comunidades, a base ainda é o Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan). “No ano passado, a política em relação ao combate ao Aedes passou a aproveitar melhor essas informações, no sentido de cercar o mosquito, restringindo sua proliferação na área onde sabíamos que a incidência era maior. Os resultados vêm sendo muito satisfatórios”, explica o gerente de Vigilância Ambiental da prefeitura, Fabio Gava.

Dependendo da região, o bloqueio pode contar com as armadilhas para captura de amostras, a borrifação com o UBV (Ultra Baixo Volume), ações de conscientização e os mutirões de limpeza, com participação de outras secretarias municipais e voluntários.

Além disso, quinzenalmente, mesmo sem novas notificações, as equipes visitam locais com problema crônico de infestação, como áreas de ferro velho, cemitério e borracharia. Casos de desrespeito a noções básicas de limpeza, como mato alto ou acúmulo de entulho, devem ser denunciados pelo telefone da Ouvidoria Municipal, o 156.

Copyright © 2013 Prefeitura Municipal de Cachoeiro de Itapemirim - Todos os direitos reservados
Praça Jerônymo Monteiro, 28 - Centro - Cep.: 29300-170 | SAC 156 - Tel.: 28 3155-5237