Prevenção

Coronavírus: pessoas em situação de rua recebem orientações

Centro Pop está aberto das 8h às 17h, para higiene pessoal e alimentação
Foto: Márcia Leal/PMCI

Equipes da Secretaria de Desenvolvimento Social (Semdes) de Cachoeiro de Itapemirim estão abordando moradores em situação de rua com orientações e recomendações sobre o novo coronavírus (covid-19).

A ação é realizada por meio do Serviço de Atendimento ao Migrante e à Pessoa em Situação de Rua (Pop Rua) que, nesta terça-feira (24), percorreu diversos pontos da cidade, como a praça Guilherme Guimarães, no Centro, mais conhecida como “Praça do Táxi”, a Praça de Fátima e a rua Moreira.

Ao todo, foram abordadas sete pessoas. Todas receberam orientações sobre a covid-19, por meio de folheto explicativo. Também foram reforçadas as informações sobre o Centro de Referência Especializado para Pessoas em Situação de Rua (Centro Pop) – “Espaço Vida” e os serviços disponíveis no local.

“Nossa equipe tem trabalhado para garantir informação a esse público. Orientamos e ressaltamos os serviços disponíveis nos nossos equipamentos especializados”, explica a secretária municipal de Desenvolvimento Social em exercício, Claudineia Debona.

Centro Pop

No Centro de Referência Especializado para Pessoas em Situação de Rua (Centro Pop), localizado no bairro Independência, a Semdes também adotou medidas preventivas para conter o contágio do coronavírus. Para isso, os funcionários têm trabalhado em escala e horário reduzido: das 8h às 17h, de segunda a sexta.

Também foram interrompidas, temporariamente, as atividades de oficina de artesanato e atendimentos pessoais. Serviços de higienização e alimentação, no entanto, continuam acontecendo. Para evitar aglomeração, os alimentos estão sendo distribuídos em kits (café da manhã e lanche da tarde) e marmitex (almoço).

Casa de Passagem

A Casa de Passagem “Santa Tereza de Calcutá”, que é mantida por meio da parceria entre a Cáritas Diocesana e a Prefeitura, também tem tomado precauções com relação à pandemia.

No local, em que pessoas em situação de rua podem encontrar abrigo para pernoite, o horário de funcionamento não teve alteração, no entanto, o setor administrativo trabalha em regime de escala.

Aos acolhidos no espaço, localizado no bairro BNH, foram repassadas as informações com relação aos perigos da doença e às medidas de prevenção – higienização das mãos, o uso de álcool em gel e a distância a ser mantida uns dos outros.