Melhorias

Asfaltamento para 11 ruas em sete bairros de Cachoeiro

A rua Mem de Sá, no Baiminas, foi asfaltada na semana passada
Foto: Márcia Leal/PMCI

A Secretaria Municipal de Manutenção e Serviços (Semmat) de Cachoeiro iniciou a execução de cronograma de serviços para pavimentação asfáltica de 11 ruas, em sete bairros da cidade.

As ruas Eduardo Cardoso e Mem de Sá, no Baiminas, foram as primeiras a ganharem o novo pavimento. O serviço foi feito na semana passada.

Moradora do bairro há mais de 40 anos, Cirlene da Silva Azevedo aprovou a melhoria. “Agradeço muito pelo trabalho realizado, porque as ruas precisavam receber asfalto há muito tempo. Eu e meus vizinhos, moradores da região, estamos muito felizes”, afirma.

No dia 11 de setembro, o asfaltamento será feito na rua Manoel Braga Machado, no bairro Ferroviários, próximo ao Hospital Evangélico. O trabalho está previsto para começar às 12h e terminar no mesmo dia.

No dia 16 de setembro, a pavimentação asfáltica começará a ser feita na rua Sebastião Carreiro, no bairro Jardim Itapemirim. A previsão é de que seja concluída em dois dias.

Já no dia 23 do mesmo mês, a rua Demostenes Gomes Alves, no Ibitiquara, receberá a intervenção. No dia 30, o serviço segue para a rua Colatina, no Zumbi.

Em outubro, no dia 7, a rua Marcondes Borges Morais, também no Zumbi, será asfaltada. Para que a via receba o serviço, os profissionais estão realizando a extensão da rede de drenagem no local.

No dia 13 de outubro, o trabalho será iniciado em três ruas do Basiléia: Vera M. Cruz Lucas, Carlindo Santana e Virgílio Rosa Vieira.

A décima primeira rua contemplada será a Vilarino Pires de Almeida, no São Lucas. Entretanto, antes de ser pavimentada com asfalto, a via receberá obras de construção de um muro de contenção.

“Com a realização desses serviços, atenderemos ao pedido dessas comunidades, que há muitos anos esperam ver suas ruas em melhores condições”, afirma o secretário municipal de Manutenção e Serviços, Vander Maciel.

Vias interditadas durante os serviços

De acordo com a Semmat, o fluxo de veículos em todas as 11 vias será totalmente interrompido durante as obras. Por isso, os condutores devem buscar rotas alternativas.