Bairro Amaral recebe obras de esgotamento do projeto Tratar

Obras vão resultar na ligação de aproximadamente 1900 metros de redes de esgoto à ETE

Iniciada em setembro, a obra de esgotamento sanitário na rua Dr. Deolindo segue em direção ao bairro Amaral. A partir desta quinta (25), as redes do sistema unitário na rua Lourenço de Oliveira – de acesso ao bairro – começarão a ser substituídas. As obras visam separar a rede de esgoto da rede pluvial e fazem parte das ações relacionadas ao projeto Tratar, desenvolvido pela Agersa, a Agência Municipal de Regulação dos Serviços Públicos Delegados de Cachoeiro de Itapemirim.

Nesta etapa, serão executados 281 metros de rede, iniciando na rua Lourenço de Oliveira e seguindo até a rua Prof. Gilceu Machado, na altura da Clínica Santa Izabel. A previsão é de que nos primeiros 10 dias o trânsito seja mantido com o sistema Pare e Siga.

“Após esse período, quando a obra chegar na rua Prof. Gilceu Machado – principal do bairro Amaral – a via será interditada e o trânsito mantido pelas ruas por detrás da quadra de esportes. As ruas que servirão de desvio são: Lourenço de Oliveira, José Mancine e Lincon Vieira Rezende. Inclusive, essa será a rota utilizada pelo transporte coletivo que atende o bairro”, explica Tatiana Pirovani, diretora técnica da Agersa.

A interdição será de segunda a sexta-feira, no horário de 7h às 17h. Após o horário e aos fins de semana, a via ficará liberada para o trânsito.

“Os 281 metros executados nesta etapa resultarão na conexão de aproximadamente 1900 metros de redes à estação de tratamento de esgoto (ETE)”, salienta Tatiana Pirovani.