Reforço

Cachoeiro firma convênio para médicos residentes atuarem em unidades de saúde

A Prefeitura de Cachoeiro de Itapemirim firmou parceria, nesta semana, para que médicos residentes possam atuar em unidades da rede de saúde do município, a partir de 2023, ampliando a oferta de atendimento médico à população.

O convênio foi assinado com a faculdade Multivix e o Instituto de Desenvolvimento Sustentável, Educação, Gestão e Saúde (Ideges), que vai abrir um programa de residência médica em Medicina de Família e Comunidade na cidade no ano que vem.

Alunos que se formarão no curso de medicina da instituição de ensino em Cachoeiro terão a opção de ingressar nessa modalidade de pós-graduação (especialização), que possibilita que os participantes desenvolvam atividades práticas em estabelecimentos de saúde ao longo da formação.

O secretário de Saúde de Cachoeiro, Alex Wingler, ressalta que a oferta da residência médica é uma medida fundamental para que os novos profissionais tenham interesse em permanecer em Cachoeiro e que contribuirá para melhorar os serviços de saúde do município.

“Com essa parceria, os novos médicos terão acesso a uma especialização de qualidade, sem precisar deixar a cidade. Nas nossas unidades, eles vão poder aprimorar suas habilidades profissionais e, em contrapartida, teremos mais médicos disponíveis para o atendimento à população”, avalia.

A expectativa é de que o programa de residência médica abra, inicialmente, até 40 vagas. A duração do curso é de até três anos.

“A falta de médicos para equipes de Saúde da Família é um desafio comum a gestores públicos de várias partes do país. Em Cachoeiro, temos recorrido a todas as formas possíveis de contratação desses profissionais, buscando manter nossas equipes completas. Esse convênio vem se somar a essas iniciativas para ampliação do atendimento”, frisa o prefeito Victor Coelho.

Entre as formas de contratação de médicos adotada pela Prefeitura de Cachoeiro está a formalização de contrato via Consórcio Público da Região Polo Sul, que permite um regime de trabalho mais flexível, com aplicação de um sistema de pagamento por hora trabalhada. A remuneração pode chegar a R$ 16 mil por mês.

Recentemente, o município também abriu processo seletivo simplificado, com vagas para médicos e outros profissionais. A seleção na fase de chamada dos candidatos classificados.