Pós-enchente

Cachoeiro recebe assessoria da Defesa Civil nacional para obter recursos federais

Prefeitura elabora documento elencando os danos causados, verba necessária e modo de aplicação
Foto: Divulgação/PMCI

A Prefeitura de Cachoeiro de Itapemirim está elaborando um plano de trabalho para obter recursos federais para o restabelecimento e reconstrução do município, após a enchente de 25 de janeiro. A atividade é assessorada pela Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil, que está com uma equipe em Cachoeiro, desde esta segunda-feira (2), para prestar atendimento aos municípios capixabas afetados por chuvas e inundações.

O governo federal disponibilizou R$ 900 milhões às cidades do sudeste atingidas por chuvas e enchentes ocorridas desde janeiro. Entretanto, para que os municípios consigam pleitear e acessar esses recursos, é preciso produzir relatórios detalhados sobre os danos causados e o modo de aplicação da verba.

Esta é a terceira rodada de encontros de orientação e consultoria da Defesa Civil estadual e nacional junto aos municípios capixabas. Nessa etapa, as prefeituras devem elencar as metas e prioridades de aplicação do dinheiro a ser recebido, informando, em seus relatórios, se precisam reconstruir pontes ou estradas, por exemplo, e o quanto necessitam para as intervenções, justificando com fotografias e outros comprovantes.

“Esta é uma rodada de consultoria mais resolutiva. Os técnicos da Defesa Civil nacional estão aqui para tirar as últimas dúvidas e, vencendo os procedimentos protocolares, os recursos estarão prontos para serem liberados”, explicou o major Fábio Maurício Rodrigues Pereira, chefe do Departamento de Prevenção e Reconstrução da Defesa Civil do Espírito Santo, após reunião, nesta segunda, com representantes de Cachoeiro e da Secretaria Nacional, na superintendência regional do Departamento de Estradas de Rodagem (DER-ES).

“Nós queremos agilizar a liberação dos recursos, e quanto mais próximo da perfeição esses relatórios estiverem, mais rápido a verba é liberada. Estamos à disposição para auxiliar Cachoeiro, que tem se destacado a nível nacional por ser um exemplo de zelo e boa gestão pública”, afirmou o secretário nacional de Proteção e Defesa Civil, coronel Alexandre Lucas.

“Tivemos prejuízos enormes em infraestrutura, tanto na sede quanto no interior. Já conseguimos grandes avanços porque trabalhamos em várias frentes, mas os recursos federais, certamente, contribuirão de forma muito significativa para que superemos esse momento tão difícil”, completou o prefeito Victor Coelho.

Prefeitura em alerta para mais chuvas

A Defesa Civil de Cachoeiro emitiu um alerta, nesta segunda-feira, a respeito da elevação do rio Itapemirim, que chegou a atingir 3,40 metros acima da calha. Pela manhã, uma reunião foi realizada com as secretarias e órgãos municipais, no gabinete no prefeito Victor Coelho, para planejar ações de contenção dos danos causados pelas chuvas constantes dos últimos dias – o que inclui tapa-buracos, desobstrução de vias e atendimento a moradores de áreas ribeirinhas. Informações sobre a situação do rio também são atualizadas no site e nas redes sociais da prefeitura.

Vislumbrando soluções a longo prazo, a prefeitura também trabalha na implantação de um novo sistema de monitoramento e alerta para cheias e inundações em Cachoeiro. Equipamentos deverão ser instalados em pontos estratégicos da bacia do rio Itapemirim – o processo de aquisição deverá ser definido junto ao governo estadual nas próximas semanas.