Veja quais são

Cachoeiro recebe novas doses contra Covid-19 para 2ª aplicação em diferentes grupos

Nesta semana, Cachoeiro recebeu novas doses da vacina contra Covid-19 para segunda aplicação em pessoas com deficiência permanente, comorbidades, trabalhadores da saúde, rodoviários, trabalhadores industriais e pessoas em situação de rua.

A Secretaria Municipal de Saúde (Semus) orienta quem faz parte desses públicos a ficar atento à data marcada no cartão de vacina, para receber a segunda dose.

Os trabalhadores da saúde, as pessoas com comorbidades e as pessoas com deficiência permanente devem procurar a Unidade Básica de Saúde (UBS) em que receberam a primeira dose ou a Policlínica Municipal Bolívar de Abreu (Centro Municipal de Saúde), no bairro Santo Antônio. O horário de funcionamento para vacinação é das 8h às 15h, nos dias úteis. As pessoas acamadas ou com mobilidade reduzida podem solicitar, na UBS, o atendimento domiciliar.

Os trabalhadores do transporte coletivo rodoviário receberão a segunda dose nas empresas onde foi feita a primeira aplicação, mas também podem procurar a Policlínica Municipal.

Já as pessoas em situação de rua serão imunizadas no Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua (Centro Pop), localizada no bairro Independência, ou na Casa de Passagem “Santa Teresa de Calcutá”, no Marbrasa.

Os trabalhadores industriais receberão a segunda aplicação da vacina no Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai-ES), na avenida Jones dos Santos Neves (Alto Monte Cristo), no dia agendado pela organização.

“É importante que todos fiquem atentos à data marcada para receberem a segunda dose da vacina contra a Covid-19, pois, só assim, a imunização terá a máxima eficiência, nos ajudando a controlar a pandemia em Cachoeiro”, frisa o secretário municipal de Saúde, Alex Wingler.

Vai vacinar? Doe alimentos e itens de higiene

As pessoas que se vacinam contra a Covid-19, em Cachoeiro, podem colaborar com a campanha “Compartilhe Amor”, doando, no momento da vacinação na unidade de saúde, alimentos não perecíveis e itens de higiene (álcool em gel e sabão), na quantidade que quiserem. A Prefeitura destina todos os produtos arrecadados a famílias em situação de vulnerabilidade social, para reforçar as ações de combate à insegurança alimentar no município durante a pandemia.