De Miguel a Miguel

Caminhada incentiva turismo rural e agrada participantes em Itaoca

Os participantes caminharam oito quilômetros entre a Igreja São Miguel Arcanjo e a Usina São Miguel
Foto: Márcia Leal/PMCI

“A caminhada foi uma benção, percurso tranquilo e calmo, a natureza é linda e, além disso, incentiva as pessoas a praticarem exercícios físicos. Espero que a tradição continue nos próximos anos”.

Esse é o depoimento de Maiara Paschoal, de 32 anos, moradora de Itaoca e uma das participantes da primeira “Caminhada de Miguel a Miguel”, que ocorreu no sábado (25). Organizado pela Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Semcult), a atividade teve um percurso de oito quilômetros entre a Igreja São Miguel Arcanjo, localizada no Centro do distrito de Itaoca, e a localidade de Usina São Miguel.

Cerca de 120 pessoas participaram da atividade, que começou às 6h30, com café da manhã comunitário, seguido por exercícios de aquecimento e alongamento.

Millena Feliciano de Oliveira, de 14 anos, participou da primeira caminhada ao lado de amigos e familiares.
“É uma experiência muito nova para a gente, ao lado dos meus amigos e família, estou bem feliz e animada. Espero que aconteça nos próximos anos também”, afirmou.

O percurso teve início às 7h30 e, durante a caminhada, os participantes puderam apreciar as belezas naturais da região. Na chegada, houve plantio de mudas de espécies nativas e visitação à igreja, além de lanche.

A ação também foi uma oportunidade para celebrar o Dia da Árvore (21 de setembro), o Dia Mundial do Turismo (27 de setembro) e o Dia de São Miguel Arcanjo (29 de setembro).

A Semcult teve a parceria das secretarias municipais de Meio Ambiete (Semma), Interior (Semui), Segurança (Semseg), Administração (Semag), Saúde (Semus) e Esporte, Lazer e Qualidade de Vida (Semesp), além de contar com a participação efetiva da paróquia de Itaoca e da sociedade civil.

“Esse é um momento muito gratificante, pois a iniciativa é maravilhosa. Além de ser uma caminhada de conscientização para cuidar da natureza, todos puderam contemplar as belezas naturais do local. Esse é o caminho para que o projeto se torne uma tradição e mais pessoas possam conhecer a região”, comemorou o padre Antônio Valdeir, da paróquia de Itaoca.

“A proposta dessa ação tem um conceito muito bonito, e é vinculada à celebração de datas comemorativas importantes. É uma experiência de vida, um olhar novo para um lugar já conhecido. Agradeço por participarem e aceitarem a proposta, pois a caminhada vai se tornar uma tradição deste lugar”, discursou na ocasião a secretária municipal de Cultura e Turismo, Fernanda Martins.