Até sexta (17)

Casa do Cidadão entrega 1,3 mil identidades solicitadas antes de maio

Entre os RGs disponíveis para retirada estão os solicitados nas edições do Transforma Cachoeiro e do Mutirão da Cidadania
Foto: Divulgação/Casa do Cidadão

Nesta semana, a Casa do Cidadão de Cachoeiro realiza, na escola municipal Zilma Coelho Pinto, no bairro Ferroviários, um atendimento exclusivo para entrega de cerca de 1,3 mil carteiras de identidade a moradores do município que deram entrada no processo de emissão do RG antes de maio deste ano.  

Apenas essas pessoas devem ir ao local, até sexta-feira (17), das 8h às 14h, para buscar o documento. É preciso apresentar o protocolo do pedido de emissão ou documento pessoal, como CPF e certidão de nascimento ou casamento.  

Entre os RGs disponíveis para retirada no local, estão os que foram solicitados nas edições do Transforma Cachoeiro e do Mutirão da Cidadania, realizadas pela Prefeitura.

A ação, na escola Zilma Coelho, tem apoio da administração municipal. “Estamos fazendo essa parceria com a Polícia Civil para agilizar a entrega dos documentos, uma vez que o espaço da Casa do Cidadão, a antiga Delegacia da Mulher, no Centro, está sendo reformado para que o atendimento seja retomado, lá, em agosto”, explica o secretário de Segurança de Cachoeiro, Athos Alves.

Todos os cuidados estão sendo garantidos para prevenção da covid-19, durante o atendimento. Na triagem, feita na quadra da escola, para conferência de documentos, é mantido o distanciamento entre os atendidos, que devem estar de máscara. Para a fase seguinte do atendimento, no interior da unidade, são liberadas apenas duas pessoas por vez, de modo a evitar aglomerações.

“Há pessoas que estão comparecendo no local para dar entrada no pedido de RG ou solicitar segunda via, mas essa não é a finalidade dessa ação. É importante que isso seja respeitado para o bom andamento do trabalho e para que não haja aglomeração. Estamos atendendo somente quem tem protocolo de emissão que date de período anterior a maio”, ressalta Athos Alves, acrescentando que, caso o RG da pessoa atendida não tenha ficado pronto, por conta de problemas na primeira coleta da digital, uma nova coleta está sendo feita no local.  

Auxílio emergencial

Nos casos em que a pessoa não está conseguindo ter acesso ao auxílio emergencial do governo federal por não ter carteira de identidade, a orientação é que o cidadão busque atendimento no Centro de Referência de Assistência Social (Cras) mais perto de casa, nesta semana, para passar por uma triagem. Em seguida, ele será encaminhado para atendimento, na escola Zilma Coelho, para que seja gerado o protocolo de emissão que pode ser usado na solicitação do benefício.