Cuidados com o patrimônio

Centros culturais de Cachoeiro recebem serviços de manutenção

A Casa de Roberto Carlos está ganhando nova pintura e outras melhorias
Foto: Divulgação/PMCI

A Casa da Memória e a Casa de Cultura Roberto Carlos, dois importantes centros culturais de Cachoeiro, estão recebendo serviços de manutenção.

Na casa do Rei, localizada na rua João de Deus Madureira, bairro Recanto, as primeiras ações foram feitas na parte externa, com podas das árvores, serviços de jardinagem e reparo no muro – que sofreu com desgastes das chuvas – e no porão, onde são realizadas aulas de oficina de violão. Agora, o imóvel onde o artista morou na infância ganha pintura externa e interna, sendo mantidos os tons originais. A previsão é que a manutenção seja concluída em 30 dias.

Na Casa da Memória, que abriga a Biblioteca Pública Municipal “Major Walter dos Santos Paiva”, na rua Vinte e Cinco de Março, Centro, estão sendo realizados reparos na área externa, especialmente nos muros que cercam o espaço cultural. Haverá, também, melhorias na jardinagem e, no interior do espaço cultural, serviços de manutenção e reparo já foram realizados. Os trabalhos serão concluídos com pintura geral.

As intervenções são uma parceria entre as secretarias municipais de Cultura e Turismo (Semcult), de Obras (Semo) e Manutenção e Serviços (Semmat).

Casa dos Braga

A Casa dos Braga, que foi moradia dos irmãos Newton e Rubem Braga, importantes nomes da literatura brasileira, também terá serviços de manutenção intensificados, após a finalização das intervenções na Casa de Roberto Carlos e na Casa da Memória.

O local já recebeu cuidados nos jardins, capina e serão feitas, ainda, podas das árvores maiores. Essa última ação terá a parceria da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma).

Com o objetivo de proporcionar ambientes mais confortáveis e seguros para visitação, assim que a pandemia estiver controlada e os centros culturais forem reabertos ao público, as manutenções fazem parte do plano de retomada do turismo no município, visto que esses centros culturais são os mais recebem turistas, segundo a Semcult.

“O conjunto de prédios históricos que abrigam nossos centros culturais são preciosos e de extrema importância social, cultural, patrimonial e turística pra nossa cidade. Cuidar deles é cuidar da história do nosso município e garantir a preservação de nossa memória”, salienta a secretária municipal de Cultura e Turismo, Fernanda Martins.