Bienal Rubem Braga

City tour apresenta história de Rubem Braga a estudantes de Cachoeiro e região

A atividade da Bienal Rubem Braga é direcionada para grupos e escolas
Foto: Divulgação/PMCI

Estudantes de Cachoeiro e região estão aprendendo mais sobre a vida e a obra do escritor Rubem Braga por meio do City Tour Afetivo realizado como parte da programação da 8ª Bienal Rubem Braga.

Nesta quarta-feira (25), participaram da atividade alunos da Escola Família Agrícola, de Pacotuba, e da escola São José de Muqui, do município de Mimoso do Sul.

O passeio foi guiado por servidores da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Semcult). Além da Casa dos Braga, onde o escritor nasceu e morou na infância, os visitantes conheceram o Centro Operário, a Casa da Memória e o Museu Ferroviário, locais que serviram de inspirações para crônicas de Rubem.

Os estudantes também conferiram exposições montadas, especialmente, para a Bienal. Na Casa dos Braga, está disponível a mostra interativa “Despertar de 100 Palavras”, que incentiva os visitantes a acessarem textos completos de Rubem a partir de QRCodes impressos em envelopes com trechos de obras do autor.

Na Casa da Memória, está em cartaz a exposição “Rubem e suas memórias”, que exibe alguns dos principais livros do cronista. Lá está, também, a máquina de escrever com a qual o autor redigiu alguns de seus textos.

Já no Museu Ferroviário Domingos Lage está disponível o acervo “Crônicas de uma ferrovia”, que explica, por meio de peças de maquinário, documentos e fotografias, a história da ferrovia que funcionava no município. No Centro Operário, foi exibida aos estudantes a esquete: “Konexão Rubem Braga”.

O aluno Gabriel Maganha relata que gostou de todo city tour, mas destaca que a Casa dos Braga e o Museu Ferroviário foram os locais que mais chamaram a sua atenção. “Na Casa dos Braga, eu passei a entender um pouco mais sobre a história da família Braga e como ela foi importante para Cachoeiro”, disse.

A estudante Júlia Marques Oliveira também ficou satisfeita com o que viu e aprendeu. “Foi uma experiência muito bacana. Conhecemos a história dos Braga, que acaba se mesclando com a de Cachoeiro. É um passeio que vale muito a pena e acho que todos deveriam conhecer esses lugares tão importantes para o município”, ressaltou.

“Eu leciono Língua Portuguesa e estamos começando a trabalhar crônicas, então, ter a oportunidade de trazer meus alunos, aqui, para conhecer a história do maior cronista do Brasil, é um privilégio. Eles gostaram muito do passeio e tenho certeza de que aprenderam muito e que voltarão para as próximas bienais”, expressa a professora Fernanda da Silva, da Escola da Família Agrícola.

“O City Tour Afetivo em homenagem a Rubem Braga é uma ação de educação patrimonial que visa ampliar o conhecimento sobre a vida e a obra do maior cronista do Brasil. Lembrar o passado é conhecer a história e queremos que as novas gerações tenham essa oportunidade”, explica a secretária de Cultura e Turismo de Cachoeiro, Fernanda Martins.

Agendamento

A atividade vai ser realizada até sexta-feira (27) e é direcionada para grupos e escolas. Os interessados devem agendar o passeio pelo telefone (28) 3155-5342. O agendamento está aberto para instituições privadas e públicas de Cachoeiro e de municípios vizinhos.