Limpeza urbana

Contêineres de lixo não devem ter localização alterada

Os 150 contêineres foram instalados em locais específicos, como ruas estreitas e ladeiras
Foto: Márcia Leal/PMCI

Os contêineres, utilizados para descarte de lixo domiciliar em Cachoeiro, têm sido removidos, com frequência, dos locais onde foram colocados pela empresa responsável pela coleta.  

A Secretaria Municipal de Serviços Urbanos de Cachoeiro (Semsur) adverte que essa prática prejudica o serviço e deve ser evitada pelos moradores.

Os contêineres – cerca de 150 – têm rodízios e capacidade de mil litros. Foram disponibilizados, em maio, em pontos estratégicos da cidade, para melhorar a logística da coleta e contribuir para a manutenção da limpeza urbana, evitando o depósito de resíduos em locais inadequados.

Geralmente, os contêineres são posicionados em locais em que há maior dificuldade de acesso ao caminhão da coleta, como ruas estreitas e ladeiras. Os rodízios permitem que os coletores levem as caçambas até os caminhões, que possuem um sistema hidráulico que facilita a retirada dos materiais depositados. Em seguida, os recipientes são colocados novamente no lugar.

O secretário municipal de Serviços Urbanos, Vander Maciel, ressalta que, para que esse sistema funcione bem, é fundamental a colaboração dos moradores.

“A retirada do recipiente do local correto também acaba contribuindo para que o lixo volte a ser dispensado de forma incorreta nas ruas, prejudicando a limpeza da cidade”, disse.

Ele ressalta, ainda, que os contêineres ajudam no combate de roedores e insetos e que contribuem para reduzir o mau-cheiro, se utilizados de forma correta.

“A população deve seguir as orientações dos adesivos colados nos utensílios, evitando depositar recicláveis e entulhos, usando-os apenas para lixo domiciliar. É importante, também, que todos zelem pela conservação desses equipamentos”, complementa.

Atos de vandalismo contra os contêineres devem ser denunciados pelo telefone 156 e outros canais da Ouvidoria Geral do Município.