Medida preventiva

Coronavírus: Prefeitura suspende atividades administrativas nesta sexta (20)

Em mais uma ação com foco na redução dos riscos de transmissão do novo coronavírus no município, a Prefeitura de Cachoeiro de Itapemirim vai suspender atividades nas unidades administrativas nesta sexta-feira (20).

De acordo com o decreto a ser publicado, nesta quinta (19), em edição extraordinária do Diário Oficial do Município, serão mantidos os serviços considerados essenciais das áreas de saúde, segurança, limpeza pública e de assistência e desenvolvimento social, incluindo as atividades do Comitê de Crise de Emergência em Saúde, criado para acompanhar a situação epidemiológica no estado e traçar as estratégias preventivas locais.

No entanto, os demais servidores e empregados públicos municipais – ocupantes de cargo em comissão, designados temporários e contratados temporários – poderão ser convocados, a qualquer hora do dia, para a realização de serviços da administração.

“Não há casos confirmados de coronavírus em Cachoeiro e nós estamos tomando, diariamente, as medidas que julgamos necessárias e que estão ao nosso alcance para impedir que o vírus avance em nosso município. A recomendação dos especialistas é apostar no isolamento social; as pessoas devem ficar em casa, evitar aglomerações, sair às ruas ou viajar, para reduzir os riscos de transmissão do vírus. Todas as nossas decisões estão baseadas nessa estratégia: diminuir a circulação de pessoas”, disse o prefeito Victor Coelho, destacando que a possibilidade de suspensão das atividades por mais dias será avaliada.  

Medidas anteriores

Nesta quinta, começou a valer, por tempo indeterminado, a redução do expediente na maioria das repartições da administração municipal, que funcionarão das 12h às 18h.

A medida está prevista no decreto publicado na quarta-feira, que também libera para o trabalho em casa os servidores que se enquadram nos grupos mais vulneráveis ao vírus: idade igual ou superior a 60 anos, gestantes e portadores de doenças respiratórias crônicas ou comprometedoras de imunidade.

Além disso, cursos e treinamentos para servidores estão suspensos e foi adotado o protocolo de Isolamento Domiciliar, por 14 dias, para os que apresentem síndromes gripais.

No início desta semana, a Prefeitura decretou Estado de Emergência em Saúde, cancelou e adiou eventos oficiais e suspendeu, por 15 dias, aulas na rede municipal de ensino, visitação a centros culturais, atividades de núcleos esportivos e atividades voltadas a pessoas idosas.