Agendamento on-line

Covid-19: mais 940 vagas para vacinação infantil serão abertas nesta sexta (28)

Vagas são para crianças de 5 a 11 anos sem comorbidades
Foto: Márcia Leal/PMCI

A Secretaria Municipal de Saúde (Semus) de Cachoeiro irá liberar, nesta sexta-feira (28), a partir das 8h, mais 940 vagas para a vacinação pediátrica contra Covid-19 em crianças de 5 a 11 anos sem comorbidades.

Os pais ou responsáveis devem realizar o agendamento no site agendamentosaude.cachoeiro.es.gov.br e escolher o dia e o local desejado. Atualmente, cinco Unidades Básicas de Saúde estão realizando a aplicação do imunizante em crianças: Vila Rica, Jardim Itapemirim, Village da Luz, Aquidaban e Zumbi.

As vacinas utilizadas na imunização infantil são a Pfizer/BioNTech (versão pediátrica) e a CoronaVac – restrita ao público sem quadro de imunossupressão. Entretanto, seguindo as diretrizes da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), as crianças de 5 anos só poderão receber o imunizante pediátrico da Pfizer.

“Com a proximidade do início do ano letivo e a consequente intensificação das interações sociais, é muito importante que os pais busquem imunizar seus filhos contra a Covid-19. A vacinação pediátrica é segura e eficaz para evitar consequências decorrentes do agravamento da doença”, comenta o secretário municipal de Saúde, Alex Wingler.

Para as crianças com deficiência permanente e/ou comorbidades, a vacinação ocorre nas mesmas unidades, mas não é necessário realizar agendamento.

Mutirão para vacinar crianças e adolescente neste sábado (29)

A Secretaria Municipal de Saúde de Cachoeiro de Itapemirim (Semus) realizará, neste sábado (29), um mutirão de vacinação contra a Covid-19 para crianças e adolescentes de 5 a 17 anos, com ou sem comorbidades. Os atendimentos ocorrerão na Policlínica Municipal Bolívar de Abreu (Centro Municipal de Saúde), das 8h às 12h, sem necessidade de agendamento.

Diretrizes da vacinação pediátrica

De acordo com nota técnica do Ministério da Saúde, os pais ou responsáveis devem estar presentes no momento da vacinação manifestando sua concordância. Em caso de ausência, a vacinação deverá ser autorizada por um termo de assentimento por escrito. Também será necessário levar os documentos da criança: documento de identidade, cartão de vacinas e cartão do SUS ou CPF.

Caso a criança apresente sintomas de quadro de síndrome gripal, como febre, tosse e dor no corpo, é necessário aguardar um prazo de 30 dias para a aplicação do imunizante. Além disso, a nota técnica indica que a vacinação contra a Covid-19 deverá ser feita com intervalo de, pelo menos, 15 dias entre a aplicação de outras vacinas do calendário infantil.

O intervalo entre a primeira e a segunda dose da vacina pediátrica da Pfizer é de oito semanas. No caso da CoronaVac, esse prazo é de 28 dias.