D1, D2 e D3

Covid-19: mais de 2 mil doses aplicadas no Dia D de vacinação

Vacinação ocorreu em 26 unidades básicas, da sede e do interior, e na Policlínica Municipal
Foto: Divulgação/PMCI

A Secretaria Municipal de Saúde (Semus) realizou, no último sábado (25), mais um Dia D de vacinação contra Covid-19. A ação ocorreu em 26 Unidades Básicas de Saúde (UBS) e na Policlínica Municipal Bolívar de Abreu (Centro Municipal de Saúde).

Foi ofertada a dose de reforço em idosos acima de 60 anos e pessoas com alto grau de imunossupressão, além da administração da primeira e segunda doses para os demais grupos, incluindo adolescentes de 12 a 17 anos, com ou sem comorbidades. No total, 2.137 doses foram aplicadas. 

Cláudio Miguel Ferreira, de 38 anos, estava com a segunda dose atrasada, e procurou o Centro Municipal de Saúde para completar seu esquema vacinal:

“Na correria do dia a dia acabei não tendo tempo de tomar a segunda dose, então aproveitei essa oportunidade no sábado para me vacinar. Muitas pessoas têm essa mesma dificuldade que eu tive, então é muito interessante essa atenção da prefeitura, em oferecer opções de pontos de vacinação aos finais de semana” afirmou.

“Ações como o Dia D são de grande importância para as pessoas que possuem dificuldades em comparecer aos pontos de vacinação durante a semana. Estamos diversificando os dias e locais de imunização, para garantir que todos tenham a oportunidade de receber a vacina”, declarou o secretário municipal de Saúde, Alex Wingler.

Vacinação continua durante a semana

A campanha de vacinação contra Covid-19 continua, ao longo da semana, em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS) e na Policlínica Municipal. Para se vacinar, é preciso apresentar um documento de identidade, cartão de vacina e CPF ou cartão do SUS. 

O atendimento nas salas de vacinação é realizado de segunda a sexta-feira, das 8h às 15h. Em todos os casos, não é necessário agendamento.

Cuidados devem ser mantidos

Mesmo com o avanço da vacinação no município, a Semus reforça a necessidade da continuidade dos protocolos de segurança contra Covid-19.

A vacina reduz significativamente a ocorrência de casos graves e de mortes por Covid-19, tendo um papel fundamental no combate à pandemia. Mesmo assim, não há garantias de que uma pessoa vacinada não possa ser infectada e não transmita o coronavírus para outras pessoas.

“Seguimos imunizando a população, porém é imprescindível que os protocolos de combate à Covid-19 sejam mantidos: utilização de máscara em espaços públicos, higienização das mãos e distanciamento social sempre que possível”, frisou o secretário municipal de Saúde.

Vai vacinar? Doe alimentos e itens de higiene

As pessoas que se vacinam contra a Covid-19, em Cachoeiro, podem colaborar com a campanha “Compartilhe Amor”, doando, no momento da vacinação, na unidade de saúde, alimentos não perecíveis e itens de higiene (álcool em gel e sabão), na quantidade que quiserem. A Prefeitura destina todos os produtos arrecadados a famílias em situação de vulnerabilidade social, para reforçar as ações de combate à insegurança alimentar no município durante a pandemia.