D1, D2 e D3

Covid-19: mutirão de vacinação aplicou mais de mil doses no último sábado (18)

Ação ocorreu na Policlínica Municipal e em centros de compras da cidade
Foto: Márcia Leal/PMCI

A Secretaria Municipal de Saúde (Semus) realizou, no último sábado (18), mais um mutirão de vacinação contra Covid-19, em pontos de grande circulação de pessoas em Cachoeiro. A ação aconteceu no Shopping Cachoeiro, no Perim Center e na Policlínica Municipal Bolivar de Abreu (Centro Municipal de Saúde).

Durante o mutirão, foi ofertada a dose de reforço em idosos acima de 60 anos e pessoas com alto grau de imunossupressão, além da administração da primeira e segunda doses para os demais grupos. No total, 1.041 doses foram aplicadas.

A servidora pública federal, Olívia Lima Silveira, esteve presente no Shopping Cachoeiro para receber a segunda dose do imunizante:

“Aproveitei a facilidade deste ponto de vacinação, no centro da cidade, para receber a segunda dose. É muito importante que as pessoas venham se vacinar, para superarmos este momento de pandemia”, afirmou.

O secretário de Saúde, Alex Wingler, pontuou a importância em disponibilizar mais opções de dias e locais de vacinação, para que seja possível ampliar a cobertura vacinal na região:

“Realizamos mais um mutirão de vacinação contra Covid-19, com o intuito de dar oportunidade às pessoas que têm dificuldades em comparecer aos pontos de imunização ao longo da semana. Estamos diversificando as estratégias da campanha de vacinação, para seguirmos imunizando, cada vez mais, pessoas”, declarou o secretário.

Vacinação continua durante a semana

A campanha de vacinação contra Covid-19 continua, ao longo da semana, em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS) e na Policlínica Municipal. Para se vacinar, é preciso apresentar um documento de identidade, cartão de vacina e CPF ou cartão do SUS. 

O atendimento nas salas de vacinação é realizado de segunda a sexta-feira, das 8h às 15h. Em todos os casos, não é necessário agendamento.

Primeira e segunda dose para maiores de 18 anos 

Pessoas com 18 anos ou mais que ainda não tomaram a primeira dose podem se dirigir até a unidade de saúde mais próxima para iniciar seu esquema vacinal. Além disso, quem precisa tomar a segunda dose deve atentar-se ao intervalo entre as aplicações e pode procurar os pontos de vacinação, mesmo se o prazo estiver vencido.

Pode retornar para receber a segunda dose quem tomou a D1: da Astrazeneca, há mais de 70 dias (10 semanas); da Pfizer, há mais de 56 dias (8 semanas); da Coronavac, há mais de 28 dias (4 semanas).

Dose de reforço (D3) para idosos e imunossuprimidos 

Idosos a partir de 60 anos, que completaram o esquema vacinal (duas doses ou vacina de dose única), há cinco meses ou mais, podem tomar a terceira dose da vacina contra a Covid-19.

No caso das pessoas com alto grau de imunossupressão, a dose de reforço deve ser administrada 28 dias após a última dose do esquema vacinal. Para esse público, também é necessário a apresentação de documento que comprove a condição de saúde. Saiba quais

Primeira dose para adolescentes

Na última semana, a Semus começou a vacinar os adolescentes de 12 a 15 com comorbidades, e 15 a 17 anos sem comorbidades. 

No caso dos adolescentes com comorbidades, também é importante levar documento comprobatório, de 2018 em diante, que atestem a incidência de comorbidade ou deficiência permanente. Confira os documentos aceitos