A partir desta quarta (22)

Covid-19: vacinação aberta para público de 12 a 17 anos sem comorbidades

Atendimento é de 7h às 15h, nas unidades básicas e na Policlínica Municipal
Foto: Márcia Leal/PMCI

A Secretaria Municipal de Saúde (Semus) de Cachoeiro de Itapemirim realizará, a partir desta quarta-feira (22), a vacinação contra a Covid-19 de adolescentes de 12 a 17 anos, com ou sem comorbidades.

As aplicações ocorrerão nas 32 Unidades Básicas de Saúde, da sede e do interior, e na Policlínica Municipal Bolívar de Abreu (Centro Municipal de Saúde), sem necessidade de agendamento. O atendimento é de segunda a sexta-feira, das 7h às 15h.

Para se vacinar, é preciso apresentar um documento de identidade, cartão de vacina e CPF ou cartão do SUS.

Caso não haja doses disponíveis no momento da vacinação, os profissionais da unidade realizarão o cadastro do adolescente para que seja vacinado posteriormente.

“Chegamos a um estágio bem avançado da campanha, mas não podemos nos descuidar. É preciso continuar avançando com a vacinação e mantendo todos os cuidados sanitários”, destaca o secretário municipal de Saúde, Alex Wingler.

D1, D2 e D3

A vacinação também continua para pessoas de 18 anos ou mais que ainda não tomaram a primeira dose (D1); pessoas que estão com a segunda dose (D2) atrasada ou por vencer; pessoas de 60 anos ou mais que devem receber a dose de reforço (D3), desde que tenham tomado as duas doses ou a vacina de dose única há mais de cinco meses; imunossuprimidos (baixa imunidade), desde que tenham tomado as duas doses ou a vacina de dose única há mais de 28 dias.

No caso das pessoas que precisam tomar a segunda dose, poderão se vacinar quem recebeu vacina: da Astrazeneca, há mais de 70 dias (10 semanas); da Pfizer, há mais de 56 dias (8 semanas); da Coronavac, há mais de 28 dias (4 semanas).

Vai vacinar? Doe alimentos e itens de higiene

As pessoas que se vacinam contra a Covid-19, em Cachoeiro, podem colaborar com a campanha “Compartilhe Amor”, doando, no momento da vacinação na unidade de saúde, alimentos não perecíveis e itens de higiene (álcool em gel e sabão), na quantidade que quiserem. A Prefeitura destina todos os produtos arrecadados a famílias em situação de vulnerabilidade social, para reforçar as ações de combate à insegurança alimentar no município durante a pandemia.

Últimas notícias