Materiais educativos

Criança Feliz: atividades remotas ajudam no desenvolvimento infantil durante pandemia

Ações são voltadas a crianças de 0 a 6 anos de famílias beneficiárias de programas sociais
Foto: Divulgação/PMCI

Em Cachoeiro, o programa “Criança Feliz Capixaba” tem contado com um reforço para cumprir, durante a pandemia, a sua missão de promover o desenvolvimento infantil e o fortalecimento de vínculos no ambiente familiar.

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Semdes) criou, em parceria com estudantes de graduação da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) e técnicos em edição, um repertório com atividades e vídeos musicais educativos chamado “Criança Feliz Cantado”, para complementar as tarefas do programa estadual no município.

Tanto conteúdos audiovisuais como orientações para realização de trabalhos com arte são repassados por meio de WhatsApp às famílias contempladas, que são beneficiárias de programas sociais.

A ação é pensada para estimular o desenvolvimento integral de crianças de zero a seis anos – faixa etária atendida pelo programa – e para ajudar a fortalecer laços entre pais e filhos.

Os materiais, brincadeiras e atividades são produzidos de acordo com as necessidades específicas de cada assistido, que são identificadas com base em um questionário aplicado pela equipe do projeto.

“Com a pandemia, nós tivemos que repensar as ações do ‘Criança Feliz’, para que ele tivesse continuidade, uma vez que se baseia em visitas domiciliares, principalmente. Diante da impossibilidade de nossa equipe estar, presencialmente, com as famílias, adotamos formas remotas de contato, para garantir a assistência necessária. Essa ação é uma delas e a experiência está sendo muito positiva”, avalia a secretária de Desenvolvimento Social de Cachoeiro, Márcia Bezerra.

Desenvolvido em Cachoeiro desde 2017, o “Criança Feliz Capixaba” inclui, ainda, ações de acompanhamento de gestantes, que também estão sendo realizadas de forma remota, em função da necessidade de distanciamento social decorrente da pandemia.