Gestão Pública 4.0

Curso marca início do programa Cidade Empreendedora em Cachoeiro

Nesta quarta-feira (4), com a abertura do curso de Gestão Pública 4.0, Cachoeiro deu início às ações planejadas por meio do programa Cidade Empreendedora, uma iniciativa do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Espírito Santo (Sebrae-ES), em parceria com a Agência de Desenvolvimento das Micro e Pequenas Empresas e do Empreendedorismo (Aderes).

O município desenvolverá diversas ações, até 2024, com foco no estímulo e no fortalecimento da cultura empreendedora local.

Participam da capacitação 55 servidores de secretarias e autarquias da administração municipal. O objetivo é promover o engajamento, qualificação e capacitação dos gestores municipais, para construção de uma gestão pública alinhada com o empreendedorismo e com a inovação.  

Ministradas por instrutores do Sebrae, as aulas serão on-line, com a carga horária de 48 horas, divididas em nove encontros, nos quais serão trabalhos conteúdos como: desenvolvimento endógeno; governo aberto; gestão empreendedora; desenvolvimento sustentável e soluções Sebrae-ES para a gestão pública.

“Para começar o processo de transformação da gestão pública, a equipe deve estar preparada e engajada. A capacitação prevê ações para o desenvolvimento das habilidades dos servidores, a fim de prepará-los para o necessário alinhamento com o propósito do programa, que é o incentivo ao empreendedorismo no município”, salienta o secretário de Desenvolvimento Econômico de Cachoeiro, Francisco Montovanelli.

Cidade Empreendedora

O Programa Cidade Empreendedora apresenta um conjunto de medidas concretas para melhorar o ambiente de negócios no município, com redução da burocracia para os empreendedores e incentivos ao empreendedorismo, à inovação e à geração de emprego e renda.

O plano das ações a serem desenvolvidas foi elaborado e proposto pelo Sebrae-ES. Ele apresenta soluções para melhorias necessárias em aspectos identificados a partir de um amplo diagnóstico municipal, que avaliou mais de 200 quesitos, em dimensões como governança; programas e projetos; regulamentações e legislação; processos, e recursos e infraestrutura.

As ações serão realizadas dentro de nove eixos: Gestão Pública Empreendedora; Desburocratização; Compras Governamentais; Inovação; Inclusão Produtiva; Liderança e Território; Educação Empreendedora; Sala do Empreendedor e Projetos Especiais.