Pandemia

Dois estabelecimentos são interditados por descumprimento de regras em Cachoeiro

Denúncias de desrespeito às medidas restritivas podem ser feitas por meio do Disk Aglomeração
Foto: Márcia Leal/PMCI

No último fim de semana, dois estabelecimentos de Cachoeiro foram interditados por fiscais da Prefeitura, por continuarem descumprindo regras para funcionamento durante a pandemia, mesmo após notificações para que regularizassem as atividades.

Nos dois casos, houve registros de grandes aglomerações, dentre outras inconformidades. A reabertura dos estabelecimentos agora está condicionada à elaboração de Termos de Ajustamento de Conduta (TAC), em que os responsáveis se comprometem a cumprir todos os regramentos.

“A Administração Pública não tem a menor intenção de interditar nenhum estabelecimento. Entretanto, aqueles que, reiteradamente, insistem em desrespeitar os protocolos de saúde, expondo a própria saúde, dos seus clientes e de toda a população, acabam contribuindo para o aumento da contágio da Covid-19, colocando a vida das pessoas em risco, além de prejudicar todo o setor econômico do município”, frisa o secretário municipal de Desenvolvimento Urbano, Jonei Petri. Entre sexta (27) e domingo (29), a fiscalização vistoriou 31 estabelecimentos em diferentes regiões da cidade e emitiu quatro notificações para regularização de atividades.

Desde o início do trabalho de fiscalização, em março, foram feitas mais de 16 mil vistorias, que resultaram em 875 notificações e 26 suspensões temporárias de atividades.

Além de percorrer bairros e distritos, a partir de programação diária, a equipe apura denúncias feitas pela população por meio do Disk Aglomeração. Para registrar reclamações sobre desrespeito às normas restritivas, basta ligar para 153 ou acessar a página cachoeiro.es.gov.br/ouvidoriageral. A central de atendimento funciona 24 horas.