Suzano

Fábrica inaugurada em Cachoeiro movimenta economia local

Com o início das operações na unidade, mais 170 vagas de emprego serão geradas
Foto: Divulgação/Suzano

Em cerimônia on-line, o grupo empresarial Suzano inaugurou oficialmente, nesta segunda-feira (22), a sua unidade em Cachoeiro de Itapemirim, que tem capacidade para produzir 30 mil toneladas de papéis higiênicos por ano. Além de gerar empregos na região, a fábrica gera oportunidades de negócios para fornecedores locais.

Participaram da solenidade o governador do Espírito Santo, Renato Casagrande, o prefeito de Cachoeiro, Victor Coelho, o presidente da Suzano, Walter Schalka e outros representantes da empresa.

“Este é um momento muito importante. O sul do Espírito Santo precisa de investimentos que gerem empregos e renda, e a parceria entre a Suzano e o governo do estado permitiu que, hoje, pudéssemos investir numa das regiões mais importantes do Espírito Santo. Um dos nossos pilares fundamentais é criar e compartilhar valores e estamos felizes de fazer isso em Cachoeiro”, destacou o presidente da Suzano, Walter Schalka.

Em funcionamento há dois meses, a unidade contou com o investimento de R$ 130 milhões na fase de construção, que gerou 300 empregos. Com o início das operações na unidade, mais 170 vagas serão geradas. De acordo com a empresa, cerca de 65% dos trabalhadores envolvidos na construção e operação são da região sul do Estado.

“Este é um empreendimento que vai impactar, de maneira significativa, a economia de Cachoeiro, não somente pelas oportunidades de empregos, mas, também, por toda estrutura que a empresa demandará de serviços locais, podendo movimentar uma cadeia produtiva muito mais abrangente. Agradeço à empresa pela confiança no potencial econômico da nossa cidade, que é exemplo de controle fiscal, e a nossa expectativa é que outras empresas possam se espelhar na Suzano e também venham investir em Cachoeiro”, salientou o prefeito Victor Coelho.

“É importante que continuemos investindo em empreendimentos que proporcionem crescimento de outros ramos. Estamos felizes em ver o crescimento da região sul que, historicamente, concentra grande produção industrial e geração econômica para o Espírito Santo. Ter em Cachoeiro, uma cidade-polo, uma empresa que vai ajudar no crescimento do município, bastante afetado pelos prejuízos sociais e financeiros causados pela enchente e pela pandemia, é muito significativo”, ressaltou o governador Renato Casagrande.

A implantação da unidade em Cachoeiro contou com agilidade nos trâmites e menos burocracia, viabilizados por meio dos trabalhos da Prefeitura. A antiga Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano (Semdurb) liberou a obra. Depois, através da Secretaria Municipal de Urbanismo, Mobilidade e Cidade Inteligente (Semurb), foi realizada a fiscalização da construção e do andamento do EIV (estudo de impacto de vizinhança). A Semurb também concedeu o Habite-se.

Já através da pasta de Desenvolvimento Econômico, foi feita a aproximação com microempreendedores locais para fornecimento de materiais. A Semdec também auxiliou em algumas contratações para a empresa, por meio do Sine. Além disso, a secretaria acompanhou o processo e análise do pedido de incentivo fiscal.