Famílias vão pagar a partir de R$ 25 mensais por casa própria

Antes de receberem chaves das unidades, beneficiários do Minha Casa, Minha Vida participam de assembleia na segunda (25)

O sonho do imóvel próprio está prestes a se tornar realidade para 496 famílias de Cachoeiro. Selecionadas pela prefeitura no programa Minha Casa, Minha Vida, elas vão poder comprar apartamentos do Residencial Esperança, no bairro Marbrasa, pagando prestações entre R$ 25 e R$ 80, de acordo com a renda.

Antes de receberem as chaves das unidades, os beneficiários participam de uma assembleia na próxima segunda-feira (25), para eleição do síndico do condomínio e apresentação das propostas de taxa condominial. O encontro será realizado pela Secretaria Municipal de Trabalho e Habitação, no ginásio Nello Vola Borelli, no bairro Nova Brasília, a partir das 8h.

“Serão apresentadas, no total, quatro propostas de taxas. E é imprescindível que eles conheçam os serviços embutidos em cada um desses valores, para que, assim, julguem e optem pelo mais adequado”, explica a secretária municipal de Trabalho e Habitação, Adriana Colombiano.

Quanto à votação do síndico, ela esclarece que duas chapas já estão registradas. “Outras podem ser criadas durante a assembleia. Na hora da escolha, as famílias devem levar em consideração quem realmente tem capacidade para gerir o residencial por dois anos, até uma nova eleição”, frisa.

A data de entrega dos imóveis será definida pelo Ministério das Cidades. Os beneficiários assinaram o contrato de financiamento com a Caixa Econômica Federal no mês passado.

Além do Residencial Esperança, que possui 496 apartamentos, o Minha Casa, Minha Vida – programado governo federal voltado para famílias que não têm imóvel e ganham até R$ 1,6 mil por mês – tem em Cachoeiro, no bairro Gilson Carone, o residencial Otílio Roncette, com 1.248 unidades, em fase de conclusão.