Contra alagamentos

Macrodrenagem da Linha Vermelha é tema de reunião com comunidade do Nova Brasília 

Encontro ocorreu, nesta quinta (26), na igreja católica do bairro
Foto: Divulgação/PMCI

Os moradores da região do bairro Nova Brasília participaram, na noite desta quinta-feira (26), de uma reunião organizada pela Prefeitura de Cachoeiro para esclarecimento sobre as etapas e resultados planejados da execução das obras do projeto de macrodrenagem da Linha Vermelha. 

A apresentação ocorreu, na Paróquia Sagrados Corações de Jesus e de Maria, com a participação do prefeito Victor Coelho, do secretário municipal de Obras, Delandi Macedo, e de vereadores.

A obra da macrodrenagem tem por objetivo dar fim aos alagamentos que ocorrem, principalmente, na região da rua Etelvina Vivácqua, no Nova Brasília, quando há volumes maiores de chuva em um curto período de tempo. 

A execução das obras será custeada por repasse de recursos do governo estadual, no valor de R$ 56 milhões. O convênio foi firmado no início do mês e o valor corresponde à execução da primeira etapa do projeto. O valor total do empreendimento é de R$ 91 milhões, cujo repasse do complemento também já foi sinalizado pelo governador Renato Casagrande. 

Além da execução da macrodrenagem da Linha Vermelha, a obra beneficiará, diretamente, 12  bairros: Guandu, Centro, Santo Antônio, Jardim América, IBC, Otton Marins, Zumbi, Basileia, Nova Brasília, Recanto, São Francisco de Assis e Estelita Coelho Marins – e ainda outros, indiretamente. O recapeamento asfáltico das vias onde as obras de drenagem forem feitas também está garantido. 

O edital do processo licitatório da obra passa pelos últimos trâmites administrativos para poder ser publicado. A previsão é de que as obras tenham início ainda neste ano.

O morador Luiz Augusto de Araújo, que reside na região há mais de 60 anos, disse estar esperançoso com a resolução dos problemas de alagamento. “Morei muito anos na rua Antônio Secati e, agora, moro na Manoel Domingos. São muitos anos vendo vizinhos passando por dificuldades toda vez que chove forte. Muitos prefeitos que passaram prometeram resolver o problema, mas espero que, dessa vez, essa obra seja, realmente, feita para ajudar a todos.”

A professora aposentada Silvia Carvalho mora há 52 anos no bairro Nova Brasília e também já presenciou muitos prejuízos de vizinhos e amigos. “Além de morar aqui, trabalhei muitos anos na escola Rotary e, em época de enchente, já vi muita gente perder tudo da casa e do comércio. Essa é uma obra muito esperada por todos os moradores.” 

O prefeito Victor Coelho, durante sua fala, destacou a importância da organização financeira do órgão público para que convênios como esse possam ser firmados. “Quando o município tem recursos limitados para projetos assim, de grande porte, é necessário buscarmos a parceria de quem pode financiar, como é o caso do governo do estado. Mas, para isso, é necessário que as contas municipais estejam em dia, todas em ordem perante os órgãos de fiscalização. Trabalhamos muito tempo para tornar isso realidade e, agora, estamos colhendo os frutos”, frisou.