Maio Amarelo é lançado em Cachoeiro

Movimento é coordenado pela prefeitura, por meio do Departamento de Educação Cidadã e Trânsito

“A cada cinco minutos, em média, uma vida é perdida no trânsito brasileiro”, alertou Paulo Bento, servidor da prefeitura de Cachoeiro de Itapemirim, durante a abertura oficial do movimento Maio Amarelo, nesta terça-feira (2), na Câmara Municipal. A iniciativa tem como objetivo chamar a atenção dos cachoeirenses para o alto índice de mortes e feridos em acidentes automobilísticos.

Coordenador local da campanha e membro do Departamento de Educação Cidadã e Trânsito da Secretaria Municipal de Defesa Social (Semdef), Bento também advertiu sobre os riscos que motoristas e pedestres correm ao usar no trânsito o telefone celular. “Temos que desligar essa ideia”, disse ele, informando que esse tipo de infração tem se tornado recorrente.

Aos vereadores e demais pessoas presentes na sessão, o coordenador – que estava acompanhado do comandante da Guarda Municipal, Athos Alves, de agentes de trânsito e de alunos da Guarda Mirim – destacou, ainda, a importância do trabalho contínuo de orientação preventiva nas redes pública e privada de ensino. “Já demos palestras em mais de 50 escolas de Cachoeiro”, salientou.

Paulo Bento aproveitou para convidar os edis a abraçarem a causa do Maio Amarelo, colocando o Departamento de Educação Cidadã e Trânsito à disposição deles. “Levem nossas palestras às suas comunidades, às associações de moradores”, finalizou.

Outras ações

Ao longo do mês, dentro da programação, haverá palestras em empresas de ônibus, cooperativas e outras instituições do município, além de distribuição de panfletos informativos a motoristas e pedestres nos principais semáforos da região central da cidade. Esses materiais educativos vão ser colocados, também, em para-brisas de veículos estacionados no Centro.

Origem da campanha

O mês de maio é dedicado à conscientização no trânsito, pois foi no dia 11 de maio que a Organização das Nações Unidas (ONU) decretou a Década de Ações para a Segurança no Trânsito (2011-2020), que tem como objetivo a redução de 50% dos acidentes no Brasil e no mundo.

Além disso, neste mês, também é realizada a Semana Mundial de Segurança do Pedestre, também chamada Campanha Zenani Mandela. O nome é uma homenagem à neta de Nelson Mandela, vítima fatal do trânsito da África do Sul, em 2013.