Mais conforto

Mais 18 novos abrigos de pontos de ônibus são instalados em Cachoeiro

Abrigos são compostos por cobertura, banco, lixeira e espaço reservado a pessoas com deficiência
Foto: Márcia Leal/PMCI

Na última semana, a Prefeitura de Cachoeiro, por meio da Secretaria Municipal de Urbanismo, Mobilidade e Cidade Inteligente (Semurb), realizou a instalação de 18 novos abrigos de passageiros em paradas de ônibus da cidade.

Foram contemplados, até o momento, os bairros: Santa Cecília, Independência, Álvaro Tavares, Baiminas, Centro, Coramara, IBC, Ilha da Luz, Jardim Itapemirim, Marbrasa, Nossa Senhora da Glória, Novo Parque, Nossa Senhora de Fátima, Nova Brasília, Otto Marins, Paraíso, Parque Laranjeira e Rubem Braga.

São abrigos em aço, compostos por cobertura, banco, lixeira e espaço reservado a pessoas com deficiência. As estruturas se dividem entre módulos simples (um abrigo), duplos (dois abrigos) e triplos (três abrigos).

De acordo com a Semurb, a renovação dos pontos de ônibus inclui, também, a instalação da calçada cidadã, que garante mais acessibilidade às pessoas com deficiência, gestantes e idosos. 

Segundo a pasta, algumas paradas de transporte público que receberam os novos abrigos já são equipadas com a calçada cidadã. A previsão é de que, ao longo do mês de outubro, seja realizada a instalação nos pontos que ainda não contam com esse item de acessibilidade.

Desde o final de 2020, quando a Prefeitura adotou novos modelos de abrigos, já foram requalificados 48 pontos de ônibus, com mais de 75 módulos. A previsão é de que, nos próximos meses, outras 50 paradas de transporte público recebam novos abrigos.

“A iniciativa faz parte do nosso plano de renovar os pontos de ônibus de Cachoeiro e, na última semana, intensificamos esse processo. Com os novos abrigos, garantimos mais conforto e acessibilidade aos usuários do transporte público durante suas rotinas de deslocamento”, destaca o prefeito de Cachoeiro, Victor Coelho.

O trabalho de instalação das estruturas é realizado por uma empresa contratada, via processo licitatório, sob supervisão da Semurb.