Mostra de Ciências divulga escolas campeãs com trabalhos sobre sustentabilidade

A escola Galdino Theodoro da Silva foi a campeã no turno matutino, com o trabalho sobre energias sustentáveis

Nesta quinta-feira (19), foi realizada a III Mostra Científica – Diversidade Sustentável: Interação do homem com o meio ambiente, com alunos do 7º ano de 13 escolas municipais de Cachoeiro, na Praça Jerônimo Monteiro.

Os estudantes produziram trabalhos com foco na sustentabilidade, colocando em prática os conhecimentos adquiridos nas aulas de exatas, linguagens e humanas.

Os trabalhos, que foram apresentados por quatro alunos de cada escola, foram avaliados por três jurados, pelos critérios de desenvolvimento da temática, clareza, criatividade e objetividade. Para as turmas campeãs do turno matutino e vespertino, foram entregues troféus e os alunos ganharão uma sessão de cinema, com direito a pipoca e refrigerante. Todos os estudantes receberam medalhas de participação.

Pela manhã, a escola campeã foi Galdino Theodoro da Silva, com o trabalho sobre energias sustentáveis para o dia a dia (eólica e solar).

“As crianças foram para o laboratório de informática e montaram o projeto, uma roda gigante movida por energia solar e um poço artesiano com energia eólica, utilizando os recursos da própria prefeitura. A feira estimula os alunos porque valoriza o trabalho deles, tudo o que eles pesquisaram e apresentaram foi reconhecido. Agora, é só alegria. Vamos comemorar a vitória”, conclui a professora da turma campeã, Giovana Zanivan.

Já na parte da tarde, o trabalho vencedor foi sobre a reutilização da água, da escola Professor Pedro Estellita Herkenhoff. A professora da turma, Soraya Ribeiro, diz que a ideia de fazer um filtro natural utilizando carvão, areia, brita e algodão foi dos alunos.

“A água entra suja de lama ou de algum outro resíduo, passa pelo filtro e sai limpa, pronta para ser reutilizada em serviços como lavagem de objetos ou até mesmo regar uma planta”, explica.

O aluno André Oliveira, de 13 anos, garante que está muito feliz de ter participado da feira. “Todo nosso esforço valeu a pena, ficamos um dia inteiro montando nosso projeto e todos estamos felizes e prontos para o próximo ano, buscando melhorar e aprender cada vez mais”, conta.

A secretária municipal de Educação, Cristina Lens, ressalta a importância da Mostra de Ciências, pois evidencia o tema proposto com a articulação da sustentabilidade com o homem, e essa interação faz com que os estudantes possam compreender a sua importância a partir do espaço escolar.

“A Mostra de Ciências é a culminância de ações que foram desenvolvidas ao longo do ano nas unidades municipais de ensino e percebemos um empenho de toda equipe escolar na preparação dos materiais que foram expostos hoje, que são resultados de pesquisas realizadas dentro das aulas, acompanhadas por professores e pela Secretaria Municipal de Educação”, pontua.

A secretária complementa dizendo que a banca avaliadora foi uma equipe totalmente capacitada e que os jurados ficaram impressionados com a qualidade dos trabalhos. “Entendemos que há o 1º lugar como destaque, mas não somente uma escola foi vencedora e sim todas as que tiveram envolvimento nesse trabalho”, conclui.

Escolas e projetos participantes:

.Anacleto Ramos – Fossa Séptica Ecológica

.Galdino Theodoro da Silva – Energia sustentável (Solar e Eólica)

.Jácomo Silloti – Reutilização de resíduos de rochas ornamentais na produção de vídeos e cerâmicas

.Jenny Guárdia – Aterro sanitário: reduzindo o impacto ambiental do lixo

.Luiz Marques Pinto – Diminuição das populações de anfíbios e répteis provocado pelos impactos ambientais

.Maria das Dores Pinheiro do Amaral – Queimadas e suas consequências

.Monteiro Lobato – Biomas Brasileiros

.Profª Gércia Ferreira Guimarães – Compostagem

.Prof. Deusdedit Baptista – Aquecimento Global: Causas e consequências

.Prof. Pedro Estellita Herkenhoff – Reutilização da água | Reutilização de lama abrasiva de mármore e granito em construções

.Prof. Valdy Freitas – Exsicata com plantas medicinais e cultura de fungos

.São Vicente – Sustentabilidade: Nada se perde, tudo se transforma

.Luiz Semprini – Diversidade sustentável: Interação do homem com o Meio Ambiente