Covid-19

Mesmo no risco baixo, regras sanitárias precisam ser seguidas com rigor

Rigor é necessário para que se evite uma piora do quadro pandêmico
Foto: Márcia Leal/PMCI

Nesta segunda-feira (26), Cachoeiro iniciou a quarta semana consecutiva em risco baixo no mapa estadual da Covid-19. Sem confirmação de óbitos causados pela doença há mais de 10 dias, o município tem as menores médias móveis de casos (23) e mortes (0,07) desde maio de 2020, início da pandemia.

Apesar da tendência de queda dos indicadores, os cachoeirenses precisam continuar cumprindo, com rigor, as medidas e regras sanitárias, para que se evite uma piora do quadro pandêmico.

Quem adverte é o Sistema de Comando de Operações (SCO) da Prefeitura, grupo que monitora os indicadores que são considerados para definição do grau de risco.

“Um relaxamento das medidas preventivas pode acarretar o aumento do contágio e, consequentemente, do número de casos ativos, indicador que tem peso significativo na classificação de risco. Por isso, pedimos à população e aos setores econômicos: não é o momento de baixar a guarda, de afrouxar os protocolos recomendados”, alerta o vice-prefeito Ruy Guedes, que coordena o SCO.

Formado por gestores de diversas secretarias municipais, o grupo avalia que a maior circulação das pessoas, propiciada pelo risco baixo e pela confiança gerada pelo avanço da vacinação, precisa ser acompanhada do reforço na atenção às medidas preventivas, por exemplo, no comércio e em bares e restaurantes, que estão sendo mais procurados.

Para acompanhar esse movimento, a fiscalização dos estabelecimentos tem sido intensificada, inclusive, com monitoramento da realização de eventos nos fins de semana.

Nas ruas e em estabelecimentos comerciais, fiscais seguem verificando o cumprimento do uso obrigatório da máscara de proteção e, no transporte coletivo, a aplicação das regras sanitárias também é acompanhada.

“Todo nosso aparato de fiscalização está atuante, mas não pode estar em todos os locais ao mesmo tempo. É preciso que todos colaborem. Não se pode confundir risco baixo com normalidade”, frisa Guedes.

A administração municipal tem dialogado com os setores econômicos da cidade, para unir forças e impedir retrocessos no combate ao coronavírus que voltem a afetar as atividades.

Neste mês, em reunião com representantes do setor de eventos sociais, o SCO reforçou a importância de se cumprir à risca os protocolos preventivos.

“Estamos vivendo um bom momento, de retomada das atividades, de aumento do consumo e não podemos nos descuidar, sob pena de se interromper essa tendência de aquecimento do mercado. Nosso diálogo com os setores tem sido sempre no sentido de que é necessário fortalecer a observação das regras para não retroagirmos no grau de risco, o que resultaria em ampliação das restrições às atividades”, explica o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Francisco Montovanelli. 

O secretário municipal de Saúde, Alex Wingler, ressalta que o avanço da vacinação da Covid-19 tem sido crucial para redução de casos graves, internações e óbitos, mas que isso não pode levar ao abandono dos protocolos básicos: distanciamento social, uso de máscara e higienização frequente das mãos.

 “Ainda estamos caminhando para alcançar a imunidade coletiva a partir da vacinação. Enquanto isso, precisamos aprender a conviver com o vírus, que tem se tornado mais transmissível com o surgimento de novas variantes. Sem o rigor nos cuidados necessários – inclusive, por parte das pessoas com esquema vacinal concluído – os indicadores da Covid-19 podem voltar a crescer, mudando nossa classificação de risco e trazendo restrições mais severas às atividades sociais e econômicas”, afirma.

Denúncias: Disk Aglomeração

Em Cachoeiro, a população pode ajudar no combate ao desrespeito às normas restritivas de prevenção da Covid-19 acionando o Disk Aglomeração. Ele pode ser acionado para denunciar ocorrências de aglomeração de pessoas, em áreas públicas e estabelecimentos comerciais, e descumprimento de outras medidas sanitárias em vigor, como o não uso de máscaras de proteção. Os chamados contribuem para a rotina de trabalho dos fiscais da Prefeitura de Cachoeiro.

De segunda a sexta-feira, o serviço funciona das 7h às 17h, pelo telefone (28) 98814-3357 (ligação e WhatsApp), pelo Portal do Cidadão (www.cachoeiro.es.gov.br/ouvidoriageral), pelo aplicativo de celular Todos Juntos e pelo WhatsApp Cachoeiro Online (98803-9552), na opção 4. Mesmo fora desses horários e aos sábados e domingos, as manifestações poderão ser registradas nos canais digitais.