Projeto Tratar

Obras na área central vão retirar esgoto da rede de drenagem

A rua José Paes Barreto, no bairro Gilberto Machado, começou a receber obras de esgotamento sanitário nesta segunda (2). A intervenção faz parte do projeto Tratar, criado e desenvolvido pela Agersa (Agência Municipal de Regulação dos Serviços Públicos Delegados de Cachoeiro de Itapemirim), a execução das obras é responsabilidade da concessionária de água e esgoto do município.

A extensão final da nova rede coletora é de, aproximadamente, 265 metros, dando continuidade às ações voltadas para a melhoria de esgotamento sanitário na microbacia hidrográfica Centro/Gilberto Machado.

Durante as intervenções, o trânsito fica interditado no horário das 7h às 17h, de segunda a sexta-feira. Os condutores devem ficar atentos e utilizar a avenida Antônio Penedo como rota alternativa. A previsão é que a obra termine até o início de setembro.

Com a finalização das obras, a coleta, que até então vinha sendo feita por meio de uma tomada de tempo seco (TTS) na região, passa a ser realizada em uma nova rede de esgoto, totalmente individual.

De acordo com Vanderley Teodoro de Souza, diretor-presidente da Agersa, o resultado será a eliminação de uma rede mista, ou seja, que coleta, atualmente, tanto o esgoto, quanto a água da chuva.

“Nos sistemas de redes mistas, a coleta do esgoto é feita de maneira normal quando o tempo está seco. O problema acontece quando vem o período chuvoso, que, devido ao maior volume na rede, faz transbordar a TTS e o esgoto acaba indo junto com a água da chuva para os rios ou córregos. Ao passo que, quando temos redes individuais para esgoto e drenagem, o problema deixa de ocorrer, contribuindo, então, com a preservação dos nossos recursos hídricos e do meio ambiente”, destaca.