Obras na rodovia do Valão e reforma de 12 escolas são autorizadas

Somados, investimentos chegam a R$ 4,5 milhões; serviços começam na próxima semana

A prefeitura de Cachoeiro autorizou nesta quarta-feira (14) o início das obras de recuperação de parte da avenida Mauro Miranda Madureira – mais conhecida como rodovia do Valão – e da reforma de 12 escolas municipais. Somados, os investimentos chegam a R$ 4,5 milhões. Os serviços começam na próxima semana.

Na avenida, que é uma das mais importantes da cidade, o trecho de 1,5 quilômetro entre os trevos da Ceasa Sul e do BNH ganhará drenagem, pavimentação (recapeamento) e construção de calçada cidadã.  

As obras estão orçadas em R$ 1.499.643,16 e o prazo para execução é de 180 dias. Os recursos a serem investidos são do Ministério das Cidades e da prefeitura.

“A recuperação da avenida está na nossa lista de prioridades, pela importância dela para toda a cidade. Trabalhamos muito nos trâmites necessários para captação de recursos e desenvolvimento do projeto. Aproveito para agradecer às equipes envolvidas nesse processo para realização da obra”, disse o prefeito Victor Coelho.

Escolas mais seguras e acessíveis

A reforma nas 12 escolas da rede municipal inclui a implantação de sistemas mais modernos de proteção contra descargas atmosféricas e incêndio, adequações nos prédios para ampliar a acessibilidade e pintura geral.

As escolas são: Athayr Cagnin (Nossa Senhora de Fátima), Monteiro Lobato (Alto União), Carim Tanure (Bela Vista), Anísio Ramos (Vila Rica), Prof.ª Juracy Cruz (São Luiz Gonzaga), Maria Stael de Medeiros Teixeira (Village da Luz), Prof.ª Maria do Carmo Magalhães (Nossa Senhora de Aparecida), Prof. Valdy Freitas (Paraíso), Sebastião da Rosa Machado (Soturno), Gércia Ferreira Guimarães (Fé e Raça), Prof. Florisbelo Neves (Novo Parque) e Áurea Bispo Depes (Vila Rica).

Cerca de R$ 3 milhões serão investidos nas melhorias nessas unidades de ensino. São recursos próprios da prefeitura de Cachoeiro, previstos no programa municipal de investimentos para 2018 e 2019, que também contemplará outras 12 escolas com reformas.

“Nós temos excelentes escolas municipais, mas como toda construção, é preciso fazer manutenção e reparos para manter a estrutura em perfeitas condições. E é exatamente isso que planejamos com esse investimento: garantir que nossas escolas sejam sempre ambientes adequados para os alunos e profissionais. Além disso, também precisamos assegurar que nossas unidades educacionais tenham acessibilidade, o que hoje, infelizmente, não é uma realidade em todas elas”, frisou o prefeito.