Pacientes aprovam atendimento do Centro Municipal de Reabilitação Física

Clínica da prefeitura oferece atendimentos com ortopedistas, psicólogos, fonoaudiólogos e fisioterapeutas

Usuários dos serviços do Centro Municipal de Reabilitação Física (Cemurf) estão satisfeitos com o atendimento oferecido pela unidade da Secretaria de Saúde de Cachoeiro. É o que aponta uma pesquisa feita pela Ouvidoria Geral da prefeitura, em julho.

De acordo com o resultado geral do levantamento, 88% dos 50 pacientes entrevistados no local classificaram a clínica como ótima (66%) ou boa (22%).

Localizado no bairro Marbrasa, o Cemurf oferece atendimentos com ortopedistas, psicólogos, fonoaudiólogos, fisioterapeutas, profissionais de Reeducação Postural Global (RPG) e hidroterapia. O público atendido é formado por pessoas acometidas por traumas ortopédicos, sequelas neurológicas e afecções respiratórias.

Na pesquisa, os usuários puderam avaliar diversos aspectos, como atendimento dos profissionais, estrutura física e serviços ofertados.

“Ficamos felizes com os resultados, que apontaram um alto nível de satisfação dos usuários em todas as dimensões da avaliação. Destaco, na avaliação, aspectos como a cordialidade e a confiança que transmitem os servidores do Cemurf, porque isso mostra o comprometimento da equipe e que estamos trilhando o caminho do atendimento humanizado e de qualidade”, avalia a secretária de Saúde, Luciara Botelho.

O Cemurf funciona de segunda a sexta, das 7h às 16h, na rua João Bosco Fiório, no Marbrasa. Para ser atendido na clínica, o paciente deve ser encaminhado por médicos do Sistema Único de Saúde (SUS) no município. Na unidade, ele passa por uma avaliação antes de iniciar o tratamento necessário.

Melhoria contínua

A Ouvidoria Geral do município de Cachoeiro iniciou neste ano o trabalho de aplicação de pesquisas de satisfação em setores e unidades de atendimento da prefeitura. Além de mapear a opinião dos usuários dos serviços, o objetivo é colaborar com os gestores na identificação de oportunidades de melhorias.

“É uma ferramenta muito útil que colocamos à disposição das secretarias municipais, que estão sempre buscando qualificar a oferta de serviços ao cidadão”, frisa a ouvidora geral da prefeitura, Kedyma Marques.

De acordo com ela, a pesquisa também já foi aplicada em dois Centros de Referência de Assistência Social (Cras), eventos como a Festa de Cachoeiro e ExpoSul Rural e cursos da Escola do Servidor.