Escola Zilma Coelho

Ponto de apoio do programa de auxílio emergencial atenderá em novo horário

A partir de segunda (18), o atendimento na Escola Zilma Coelho será das 8h às 14h
Foto: Márcia Leal/PMCI

A partir de segunda-feira (18), o ponto de apoio da Prefeitura de Cachoeiro para cadastramento no programa de auxílio emergencial, do governo federal, atenderá em novo horário: das 8h às 14h.

O atendimento, realizado na escola municipal Zilma Coelho Pinto (antiga Campanha), de segunda a sexta-feira, é uma parceria da Prefeitura com a Caixa Econômica Federal, para evitar a aglomeração de pessoas na frente das agências bancárias, devido ao recebimento do benefício.

No local, servidores das secretarias municipais de Desenvolvimento Social (Semdes), Desenvolvimento Econômico (Semdec) e Educação, que foram treinados para fazerem o atendimento, auxiliam no cadastro do aplicativo do programa da Caixa Econômica, bem como no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico).

Quem se enquadra nos critérios do programa e precisa de ajuda para se cadastrar deve se dirigir à escola, portando os documentos necessários. Para o cadastro no aplicativo do programa da Caixa Econômica, é necessário portar CPF e um documento de identidade atualizado.

Já para o CadÚnico, é preciso apresentar documentos originais de todos os membros da família que moram na mesma residência, incluindo: comprovante de residência (mês atual ou anterior); certidão de nascimento ou casamento; CPF (a partir de 16 anos); título de eleitor (a partir de 18 anos); carteira de trabalho e comprovante de renda (contracheque, extrato de aposentadoria, extrato de seguro-desemprego ou extrato de recebimento de pensão).

A mudança de horário foi uma decisão do Sistema de Comando de Operações (SCO) de combate à covid-19, que coordena o atendimento, para adequação à demanda do público. “Observamos que as pessoas estão chegando muito cedo, bem antes das 10h, quando inicia o atendimento, e que, no período da tarde, o movimento tem uma queda muito acentuada. Sensíveis a isso, para evitar que o público fique por muito tempo no local, estamos antecipando o período de atendimento”, explica o coordenador do SCO, Ruy Guedes.