Prefeitura captou R$ 30 milhões em recursos desde 2017

R$ 3,5 milhões são para a construção da nova Unidade Básica de Saúde do bairro Zumbi

A prefeitura de Cachoeiro captou R$ 30,3 milhões em recursos de fontes externas nos últimos dois anos e meio. O dinheiro é utilizado em pavimentação e recuperação estrutural de vias, construção de redes de drenagem, reformas de praças e equipamentos públicos e aquisição de veículos, dentre outros investimentos.

O montante foi alcançado pela Secretaria Municipal de Modernização e Análise de Custos (Semmac), por meio de participação em editais estaduais e federais, emendas parlamentares e recuperação de contratos de obras paralisadas em anos anteriores. Soma-se a esse valor um aporte de R$ 3,67 milhões da própria prefeitura, como contrapartida pelo recebimento da verba.

Somente em 2019, foram obtidos R$ 13,5 milhões, 32% a mais do que o alcançado nos quatro anos anteriores somados: R$ 500 mil em 2015, R$ 2,2 milhões em 2016, R$ 1,7 milhão em 2017 e R$ 4,9 milhões em 2018. Nota-se, ainda, um aumento substancial de 2017 para 2018 (66%) e de 2018 para 2019 (64%).

Os contratos recuperados representam R$ 10,2 milhões do total de captações. Entre as obras retomadas estão as reformas do Centro Municipal de Saúde Bolívar de Abreu e do Centro de Referência de Assistência Social (Cras) do Alto União, conclusão da supercreche do bairro Village da Luz e finalização da Estação Cidadania – Cultura (equipamento antes chamado de Centro de Artes e Esportes Unificados, localizado no bairro Rui Pinto Bandeira).

Dos novos investimentos, destacam-se: R$ 3,5 milhões para a construção de uma nova Unidade Básica de Saúde (UBS) no bairro Zumbi (em fase de licitação); R$ 2,7 milhões para o projeto da parceira público-privada (PPP) no setor de iluminação pública (em desenvolvimento); e R$ 1,5 milhão para melhorias estruturais da avenida Mauro Miranda Madureira (em execução).

“Também estamos trabalhando para que os recursos pleiteados junto ao Finisa (Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento), que representam uma verba muito maior, cheguem aos cofres municipais ainda este ano. São várias frentes de trabalho para captar recursos importantíssimos para o desenvolvimento do município”, explica o secretário municipal de Modernização e Análise de Custos, Alexandro da Vitória.

“Esses recursos captados são essenciais para alavancar os investimentos em um município da dimensão de Cachoeiro de Itapemirim. Com gestão inovadora e racionalização de custos, os resultados positivos para a cidade naturalmente aparecerão”, complementa o prefeito Victor Coelho.