Confira

Procon de Cachoeiro dá orientações para as compras de Natal

Dicas são para compras presenciais ou pela internet
Foto: Márcia Leal/PMCI

O Procon de Cachoeiro de Itapemirim reforça algumas orientações importantes para os consumidores na hora de realizar as compras de Natal.

Em primeiro lugar, em meio à pandemia do novo coronavírus, é preciso seguir as medidas preventivas, caso dê preferência a compras presenciais. O essencial utilizar máscara, higienizar as mãos sempre que possível com álcool em gel ou 70% e respeitar o distanciamento social dentro das lojas.

Além disso, é importante evitar comprar por impulso, principalmente com a chegada do 13º salário. Se possível, o consumidor deve pesquisar e comparar os preços antes de comprar, com antecedência, para evitar possíveis aumentos de valor nos dias mais próximos do Natal.

O cliente deve ficar atento, ainda, às taxas de juros e parcelas, caso realize compras a prazo. Também é imprescindível exigir a nota fiscal do produto, caso precise utilizar a garantia, e evitar comprar em locais de procedência duvidosa.

Compras on-line

Devido à pandemia, existe a possibilidade de aumento das compras on-line. Mas, para esse tipo de compras, é necessário tomar alguns cuidados, pois nem toda loja virtual é idônea.

O consumidor precisa verificar no site da loja sua identificação, como razão social, CNPJ, endereço, telefone e outras formas de contato além do e-mail. Desconfie de ofertas vantajosas demais e dê preferência a sites bem recomendados.

Outra dica é guardar todos os comprovantes que demonstrem a compra e a confirmação do pedido.  Na entrega do produto, faça um teste imediato do seu desempenho. Caso tenha irregularidades, comunique ao fornecedor imediatamente.

Troca de produtos

Caso o produto comprado não apresentar defeitos, o Código de Defesa do Consumidor não obriga que as lojas realizem a troca e nem que o dinheiro seja devolvido.  É importante perguntar, antes de comprar, qual é a política de troca do estabelecimento.

De acordo com a lei, é obrigação trocar apenas em caso de problemas com o produto. O Código de Defesa do Consumidor estabelece o prazo de 30 dias para haver a solução do problema e se não for resolvido, o consumidor poderá exigir a substituição do produto, a restituição do valor pago ou o abatimento proporcional do preço.

“Para esclarecer dúvidas, o consumidor pode entrar em contato por meio dos telefones (28) 3155-5262 ou (28) 3155-5276. O órgão funciona de segunda a sexta, das 12h às 17h. Atendimento presencial apenas previamente agendado”, explica o coordenador do Procon de Cachoeiro, Osvaldo de Sousa.

Ele ainda ressalta para que tomem cuidado na hora das compras. “Sigam as dicas e fiquem atentos, pois nem todas as ofertas representam ganhos de benefício e custo para os clientes”, afirma.