Análise do Comportamento

Professores municipais terão novo curso com foco na educação inclusiva

Formação objetiva aprimorar o atendimento a alunos com necessidades educacionais especiais
Foto: Divulgação/PMCI

A Secretaria Municipal de Educação (Seme) de Cachoeiro trará mais uma novidade à rede municipal de ensino voltada para a inclusão de estudantes com deficiências.

Trata-se do curso gratuito “Noções gerais sobre Análise do Comportamento Aplicada (ABA)”, que tem como objetivo instrumentalizar servidores do magistério municipal para o desenvolvimento de trabalho com alunos do Atendimento Educacional Especializado (AEE) e no atendimento a alunos com Transtorno do Espectro Autista (TEA).

Com carga horária total de 80h, a formação busca, ainda, estimular o desenvolvimento profissional e a responsabilidade de todos no desempenho de atribuições específicas, que atendem ao público da AEE.

Os interessados poderão se inscrever a partir das 8h desta quarta-feira (21) até às 17h da quinta-feira (22). Serão ofertadas 50 vagas, preenchidas de acordo com as regras previstas no edital da formação, disponível em www.cachoeiro.es.gov.br/editais.

A formação será dividida em quatro módulos e abordará noções gerais sobre procedimentos e técnicas de ensino baseadas em evidências científicas, a ciência ABA. 

As noções gerais serão com enfoque nos seguintes aspectos: o que é ABA; dimensões da aba; tríplice contingência; reforço, punição e extinção; avaliação funcional; avaliação motivadora; avaliação comportamental; protocolos de avaliação; modelagem; modelação e vídeomodelação; ensino em ambiente natural; ensino por tentativas discretas; funções de comportamento; manejo de antecedentes; procedimentos de extinção e procedimentos de reforçamento diferencial.

O conteúdo do curso será apresentado em encontros presenciais nas dependências da Secretaria Municipal de Educação; encontros síncronos via plataforma Google Meet; atividades não-presenciais a serem realizadas por meio da plataforma Google Classroom; estudo de caso e produção final.

“A oferta dessa formação vai ao encontro do que preconiza o Plano Municipal de Educação (PME), a respeito da educação inclusiva, promovendo formação continuada ao servidor do magistério observadas as metas, diretrizes e estratégias do PME, a Convenção Internacional sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência e o Estatuto da Pessoa com Deficiência”, reforça a secretária municipal de Educação, Cristina Lens.