Prevenção

Saúde recomenda vacinação contra o sarampo antes das viagens de férias

A vacina está disponível nas 24 salas de vacinação do município
Foto: Divulgação/PMCI

Para quem vai viajar para outras cidades nas férias, a Secretaria Municipal de Saúde (Semus) de Cachoeiro faz um alerta: é preciso estar em dia com a proteção contra o sarampo.

A vacina está disponível nas 24 salas de vacinação do município, localizadas em unidades básicas de saúde, na cidade e no interior, e no Centro Municipal de Saúde “Bolívar de Abreu”.

A recomendação é de procurem os postos crianças a partir de seis meses e adultos até a faixa etária de 49 anos que estejam com a caderneta de vacinação incompleta ou em atraso vacinal procurem.

As crianças de seis meses até menores de um ano devem se imunizar com a dose zero do sarampo. Para as que possuem 1 ano, é necessário receber a primeira dose do sarampo, e a partir de 1 ano e 3 meses, receber a segunda dose, que é a tetra viral (tríplice viral e varicela). Importante lembrar que, para o atendimento, é necessário apresentar o cartão de vacina e cartão do Sistema Único de Saúde (SUS).

A coordenadora de imunização da Semus, Horminda Gonçalves, ressalta que é importante que o usuário receba a dose ,pelo menos, 10 dias antes de viajar, pois este é o tempo hábil para o organismo reconhecer o componente vacinal e, assim, efetivar a produção de anticorpos.

“A imunização é a forma mais eficaz de prevenção das doenças imunopreveníveis, pois é através da vacinação, principalmente nesse período de férias, tanto para os que permanecerão aqui quanto para os que vão se deslocar para outras cidades, estados e exterior, que podemos impedir o desenvolvimento de doenças graves e letais”, explica.

Caso o usuário ou à população apresente alguma dúvida em relação a sua situação vacinal, deve procurar a sala de vacina mais próxima.

Sarampo

O sarampo é uma doença infectocontagiosa causada por vírus. É uma das principais doenças responsáveis pela mortalidade infantil em países subdesenvolvidos. Altamente contagioso, é transmitido diretamente de pessoa a pessoa, por meio das secreções do nariz e da boca expelidas pelo doente ao tossir, respirar ou falar. Seus sintomas incluem febre e manchas avermelhadas no corpo, coceira, mal-estar geral e falta de apetite.