Influenza

Secretaria de Saúde divulga balanço da vacinação contra gripe em Cachoeiro

Em Cachoeiro, campanha vacinou 6.783 pessoas, até o momento
Foto: Márcia Leal/PMCI

A Secretaria Municipal de Saúde (Semus) divulgou, nesta sexta-feira (30), o balanço da vacinação contra gripe (Influenza) em Cachoeiro. Desde o início da campanha, no dia 13 de abril, 6.783 pessoas que fazem parte dos grupos prioritários foram imunizadas.

Nesta primeira etapa, foram vacinadas, até o momento, 5.339 crianças de seis meses a menores de seis anos (35,5% desse público-alvo), 684 gestantes (35,4%), 154 puérperas (48,4%) e 606 profissionais da área da saúde (10,8%).

As pessoas que pertencem a esses grupos e ainda não foram imunizadas devem procurar as Unidades Básicas de Saúde (UBS), com salas de vacinas, de segunda a sexta, das 8h às 16h, para receber a dose.

A segunda fase da campanha terá início no dia 11 de maio e incluirá idosos com 60 anos ou mais e professores.

Já a terceira etapa, que começará no dia 9 de junho, será voltada para pessoas com doenças crônicas e comorbidades, pessoas com deficiências permanentes, caminhoneiros, trabalhadores de transporte coletivos, profissionais de forças de segurança, salvamento e armadas, funcionários do sistema prisional e população privada de liberdade.

A meta da campanha é imunizar 90% da população de cada um dos grupos prioritários.

“Sabemos que a população está ansiosa para vacinação contra Covid-19, que, realmente, é importante, mas também é essencial que as pessoas que fazem parte dos grupos prioritários procurem as salas de vacinação para se protegerem contra a gripe”, ressalta o secretário municipal de Saúde, Alex Wingler

Documentos
Para a vacinação, as gestantes devem apresentar cartão de pré-natal ou exame que comprova a gestação. Já as puérperas têm que apresentar a certidão de nascimento do bebê ou declaração de nascidos vivos, liberada pelo hospital.

Os trabalhadores da saúde, por sua vez, devem comparecer munidos com a declaração do local de trabalho e crachá, ou cópia do contrato de trabalho ou carteira de trabalho, carteira do registro de conselho de classe acompanhada da declaração do serviço de saúde.

Já os portadores de doenças crônicas ou comorbidades necessitam de laudo ou exame para receberem o imunizante. Os professores das escolas públicas e privadas deverão apresentar declaração da escola onde trabalham.

Todos precisam levar o cartão de vacinas e os adultos também têm que apresentar documento de identificação com foto.

Confira os locais de vacinação:
Policlínica Municipal Bolívar de Abreu
UBS Abelardo Machado
UBS Aeroporto
UBS Amaral
UBS Aquidaban
UBS BNH de Cima
UBS BNH de Baixo
UBS IBC
UBS Otto Marins
UBS São Luiz Gonzaga
UBS União
UBS Village da Luz
UBS Zumbi
UBS Coramara
UBS Valão
UBS Gilson Carone
UBS Novo Parque
UBS Nossa Senhora Aparecida
UBS Paraíso

Interior
UBS Conduru
UBS Itaoca
UBS Soturno
UBS Burarama
UBS Córrego dos Monos