Cuidados

Secretaria de Saúde faz recomendações a serviços de delivery e consumidores

Cachoeirenses têm recorrido mais às entregas em casa durante isolamento social
Foto: Reprodução

Em função do isolamento social decorrente da pandemia de covid-19, os serviços de delivery têm sido bastante usados pelos cachoeirenses, para recebimento de refeições e de outros produtos em casa. Como os entregadores mantêm contato com muitas pessoas, a Secretaria Municipal de Saúde (Semus) orienta sobre os cuidados e procedimentos para garantir a segurança dos trabalhadores e dos clientes.

De acordo com a secretária de Saúde de Cachoeiro, Luciara Botelho, é extremamente importante que tanto o entregador como os estabelecimentos de entrega e os consumidores sigam todas as práticas de higiene estipuladas pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para evitar a contaminação da Covid- 19, além da manutenção de boas práticas de fabricação, no caso dos restaurantes e lanchonetes.

“Fazer pedidos, em restaurantes e comércios, é uma boa opção, pois evita o contato direto com várias pessoas ao mesmo tempo. Porém, as pessoas precisam ficar atentas às medidas recomendadas. Mesmo se houver algum tipo de contaminação por vírus na embalagem do produto, você pode quebrar a cadeia de transmissão com a higienização correta e cuidados simples”, adverte a secretária.

Confira as recomendações

Consumidores

– Dê preferência ao pagamento da conta por aplicativo ou site, para evitar contato com dinheiro ou máquina de cartão.

– Após receber o produto, o consumidor deve, primeiro, higienizar as mãos; descartar, em seguida, o saco ou sacola que envolva o produto; higienizar as mãos novamente e, só então, consumir o alimento.

Entregadores

– O entregador deve higienizar as mãos com álcool gel 70% antes e depois de cada entrega.

– Na hora da entrega, manter o maior distanciamento possível.

– A máquina de pagamento dos pedidos deve ser, constantemente, higienizada pelo entregador com produto próprio de limpeza.

– Em condomínios, a orientação é para que as entregas sejam realizadas na portaria, evitando-se acesso e circulação dos entregadores nas áreas comuns.

– As empresas devem dar aos funcionários e entregadores acesso fácil a lavatórios com sabonete líquido, toalhas descartáveis, lixeiras com tampa acionada por pedal, além de frascos com álcool 70% gel. O local de trabalho também deve intensificar a limpeza com água e sabão ou produto próprio para limpeza.

– É preciso manter distância de 1,5m de demais entregadores e demais funcionários dos restaurantes, enquanto aguardam os pedidos serem elaborados.

– É necessário uso de máscaras e luvas pelos manipuladores de alimentos, que devem ser trocadas, no máximo, a cada duas horas.