Modelo híbrido

Servidores da Educação se organizam para início do ano letivo nesta quinta (4)

Nas duas primeiras semanas, apenas os profissionais de educação atuarão de forma presencial
Foto: Márcia Leal/PMCI

O ano letivo nas escolas municipais de Cachoeiro de Itapemirim terá início nesta quinta-feira (4). Para realizar os preparativos do retorno às aulas – que, em 2021, acontecerá no modelo híbrido, com ensino presencial e remoto –, servidores da Secretaria Municipal de Educação (Seme) retomaram o trabalho presencial nesta quarta-feira (3), respeitando rigorosamente os protocolos estabelecidos pelas autoridades de saúde para controle e prevenção do novo coronavírus.

Nas duas primeiras semanas, apenas os profissionais de educação estarão, presencialmente, nas unidades escolares e na unidade central da Seme. Nesse período, a equipe gestora fará o acolhimento, orientação e divulgação de todas as informações técnicas e pedagógicas necessárias aos servidores, mediante o contexto da pandemia de Covid-19.

Os professores realizarão planejamentos coletivos com foco nas possíveis intervenções de recuperação da aprendizagem e reorganização curricular, de modo a garantir o desenvolvimento dos estudantes. Esse processo terá como base o Mapa Focal, documento elaborado pela Secretaria de Estado da Educação e pela União dos Dirigentes Municipais de Educação (Sedu/Undime), com o objetivo de subsidiar o planejamento docente no retorno das atividades letivas.

Além disso, gestores escolares, pedagogos, coordenadores, professores e demais servidores passarão por treinamentos, em parceria com a Secretária Municipal de Saúde (Semus), para orientações de como se adaptarem à nova realidade, sem prejudicar o processo de ensino e aprendizagem e garantindo a segurança de toda a comunidade escolar.

“Nesta primeira etapa de retorno presencial, acontecerá o retorno dos servidores da educação, que passarão por orientações, treinamentos e planejamentos pedagógicos. As unidades de ensino estão preparadas para receber esses profissionais com segurança, conforme todos os protocolos estabelecidos pelas autoridades de saúde”, comenta a secretária municipal de educação, Cristina Lens.

Modelo híbrido

As aulas presenciais do modelo híbrido acontecerão com revezamento de turmas, de 15 em 15 dias, e começarão: em 18 de fevereiro, para as turmas de 6º ao 9º ano do ensino fundamental; em 8 de março, para as turmas de 4º e 5º ano do ensino fundamental; em 22 de março, para as turmas de 1º, 2º e 3º ano do ensino fundamental; em 5 de abril, para as turmas da pré-escola (Pré I e Pré II) da educação infantil; em 19 de abril, para as turmas de maternal III e IV da educação infantil; em 3 de maio, para as turmas de maternal I e II da educação infantil.

Os gestores escolares estão fazendo contato com os pais e responsáveis para a assinatura do termo de manifestação de interesse pelo retorno do ensino híbrido. A opção pelo modelo poderá ser feita a qualquer momento, durante todo o ano letivo de 2021.

Os estudantes que não estiverem em aula presencial poderão acompanhar as aulas de modo remoto, por meio de atividades postadas na plataforma Google Sala de Aula ou com material impresso, retirado na escola, para quem não possui acesso à internet. Isso valerá tanto para os que estiverem no modelo híbrido, quanto para os alunos que permanecerem em casa durante todo o ano letivo. Os planejamentos para as aulas presenciais e não presenciais serão os mesmos.

Organização

A organização das escolas para o novo modelo prevê uma série de medidas para garantir a segurança sanitária. Isso inclui: obrigatoriedade de uso de máscara de proteção; disponibilização de materiais de higiene; controle da ocupação dos espaços físicos; mapeamento de profissionais de grupos de risco e afastamento de alunos e servidores que apresentarem sintomas gripais.

A Seme também tem preparado intervenções estruturais para receber o novo ano letivo. De acordo com a secretaria, 32 escolas estão com novos aparelhos de ar-condicionado instalados e, em outras 18, os aparelhos serão instalados em breve. Além disso, pelo menos, oito escolas estão recebendo reparos diversos.

Outro ponto importante é que mais de 500 salas de aulas das escolas municipais de Cachoeiro contarão com notebooks. Os equipamentos ajudarão no desenvolvimento de atividades pedagógicas e contribuirão para a transmissão dos conteúdos de forma on-line.

A entrega dos novos uniformes, por sua vez, acontecerá no início do ano letivo. Já os kits escolares e as mochilas estão em processos de licitação e aquisição, respectivamente. De acordo com a pasta, assim que concluídos os processos, haverá a distribuição.