Pandemia

Servidores de escolas municipais de Cachoeiro são testados para Covid-19

A testagem é feita quando a unidade de ensino tem caso suspeitos ou confirmados da doença entre os servidores
Foto: Divulgação/PMCI

Nas escolas municipais de Cachoeiro que já retomaram as aulas presenciais, professores e outros funcionários estão sendo testados para Covid-19, quando a unidade de ensino tem casos suspeitos ou confirmados da doença entre os servidores.

A testagem é feita pela Secretaria Municipal de Saúde (Semus), a pedido da Secretaria Municipal de Educação (Seme), que faz monitoramento semanal de casos junto às escolas.

“As unidades nos enviam relatórios semanais. Para as que apresentam servidores afastados por suspeita ou confirmação de Covid-19, nós solicitamos testagem em massa. É uma medida muito importante, que se soma a todos os esforços que já adotamos para segurança e proteção dos nossos profissionais e alunos no ambiente escolar”, explica a secretária municipal de Educação, Cristina Lens.

Na ação, estão sendo usados testes rápidos de captura de antígeno (TRAg), que apresentam resultado em cerca de 15 minutos e têm precisão de mais de 90%.

De acordo com a Semus, familiares que moram com os servidores que testam positivo também estão sendo testados, seguindo protocolo estadual direcionado aos contactantes.  

“Essa é mais uma frente importante do trabalho de testagem que estamos desenvolvendo no município. Com ele, é possível interromper ciclos de contágio do novo coronavírus, uma vez que quem testa positivo é afastado para fazer o isolamento social”, afirma o secretário de Saúde de Cachoeiro, Alex Wingler, frisando que o município está vacinando trabalhadores da educação contra o vírus.

Suspensão de aulas presenciais

A partir da confirmação de casos de Covid-19 entre profissionais das escolas, são tomadas as medidas previstas no Plano de Retorno às Aulas Presenciais para essa situação, que incluem instruções às famílias dos estudantes e, em alguns casos, a suspensão das aulas presenciais.

Duas escolas, até o momento, suspenderam as atividades: nesta quinta (20), a “Jácomo Silotti”, em Soturno, com três casos registrados após a realização dos testes em 32 profissionais, e nesta sexta (21), a “Prof. Pedro Estellita Herkenhoff”, no bairro Waldir Furtado Amorim, com três resultados positivos em 56 testes.

As unidades retomarão as aulas presenciais, respectivamente, em 31 de maio e 7 de junho. Até essas datas, os estudantes terão apenas atividades remotas, através da plataforma Google Sala de Aula.

O trabalho de testagem nas escolas segue nesta sexta-feira (21), na “Lions Clube Frade e a Freira”, e na segunda (24), na “Maria Tereza Brandão de Mello”.