Festa literária

Últimos dias para conferir as exposições especiais da 8ª Bienal Rubem Braga

Casa da Memória é um dos centros culturais que está recebendo atividades da Bienal
Foto: Divulgação/PMCI

A 8ª Bienal Rubem Braga, realizada pela Prefeitura de Cachoeiro, entra, nesta sexta-feira (27), em seus últimos dias de atividades presenciais nos centros culturais da cidade.

Na Casa dos Braga, localizada na rua 25 de março, está em cartaz, das 8h às 18h, a exposição “100 palavras Rubem e Newton”, que reúne crônicas e poesias dos irmãos Braga, além de uma coleção de orquídeas – espécie muito admirada por Rubem.

Os visitantes também podem conferir o acervo permanente da Casa, como mobílias da família Braga e itens sobre as vidas e obras dos escritores. A exposição ficará disponível até o próximo domingo (29), com horário diferenciado no fim de semana: das 8h às 15h.

Além disso, no local, também acontece, às 9h e às 13h, a esquete teatral “Konexão Rubem Braga” e o City Tour Afetivo Estudantil, que percorrerá pontos da cidade que foram importantes na vida de Braga.

“Viemos conhecer a Bienal, a história dos irmãos Braga. É uma história incrível, para ficar guardada para sempre. Super-recomendo”, afirmou a estudante Júlia Oliveira, do distrito de Pacotuba, que participou do city tour com a sua escola.

Na Casa da Memória, também localizada na rua 25 de Março, acontece, das 8h às 18h, a exposição “Rubem e suas memórias”, reunindo grandes obras do escritor. O local está com uma decoração temática, como a parede de borboletas, em alusão à célebre crônica de Rubem Braga, “A borboleta amarela”. No sábado, último dia da exposição, o horário de funcionamento será das 8h às 15h.

No Museu Ferroviário “Domingos Lage”, que fica no Centro, entre a Linha Vermelha e a rua Coronel Francisco Braga, o público pode conferir, até esta sexta (27), das 9h às 17h, uma feira de artesanato especial, em que estão expostos diversos produtos como bonecas de crochê de personagens famosos da literatura (amigurumi); agendas e cadernos; tapetes; acessórios de beleza e objetos de decoração em geral.

Além da feira, os visitantes também podem aproveitar a exposição “Acervo: crônicas de uma ferrovia”, com a exibição de frases de escritores famosos e crônicas de ferroviários, antigos trabalhadores do local que, agregados ao acervo permanente do Museu Ferroviário, formam um ambiente que ajuda a recontar um pedaço da história de Cachoeiro. O local fica aberto à visitação das 8h às 18h. No sábado, o funcionamento será das 8h às 15h.

“Gostei muito de conhecer a Casa de Rubem Braga e o Museu Ferroviário, pois passei a conhecer mais a história da nossa cidade. Muito interessante”, afirmou o estudante Gabriel Laganho.

Estudantes participam de city tour e conhecem locais históricos de Cachoeiro

Convidados das mesas literárias

A programação on-line da 8ª Bienal Rubem Braga segue até o próximo domingo e, nesta sexta-feira (27), acontecem mais duas mesas literárias.

Às 9h e 14h, a escritora capixaba Roberta Malta participa da conversa com o tema  “Literatura infantojuvenil e a contribuição do diálogo da superação”, e irá discorrer sobre seu processo de escrita para o público infantojuvenil. 

No fim do dia, às 19h, será a vez do escritor Henrique Rodrigues participar da Bienal, durante a mesa “Crônica: a apreciação de um tempo reflexivo entre o cinza e o verde”. 

Ao longo das transmissões, que acontecerão por meio do canal oficial da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo de Cachoeiro (youtube.com/semcultcachoeiro), o público poderá interagir, enviando comentários e perguntas por meio do Whatsapp da Bienal: (28) 99974 5231. 

Quem não puder acompanhar as atividades ao vivo, poderá assistir, no mesmo canal do YouTube, às gravações das conversas.

Programação continua nas escolas

Nesta sexta-feira (27), encerram-se as atividades itinerantes da Bienal Rubem Braga nas escolas de Cachoeiro. A Arena “Zig Braga” estará presente nas escolas municipais Zeny Pires, Galdino Theodoro da Silva, Luiz Pinheiro e Maria das Dores Amaral.

Já as oficinas do Espaço Itinerante “O Menino e o Tuim” acontecerão nas escolas Professora Amélia Toledo, Newton Ferreira de Almeida e Maple Bear.

Programação da 8ª Bienal Rubem Braga – Sexta-feira (27)

Arena Itinerante Zig Braga

— EMEB ”Maria das Dores Amaral” – 10h e 16h – Contação de história e Cosplay.

— EMEB “Luiz Pinheiro” – 10h e 16h – Contação de história e Cosplay.

— EMEB “Zeny Pires” – 10h e 16h – Contação de história e Cosplay.

— EMEB “Galdino Theodoro da Silva” – 10h e 16h – Contação de história e Cosplay.

Espaço Itinerante “O Menino e o Tuim”

— Escola: EEEF Professora Amélia Toledo – 07h30 – Oficina 17: Fazendo Arte com a Terra da Cidade, com Gabriel Pontes. 

— Escola: EEEF Professora Amélia Toledo – 10h – Oficina 18: Pedras Encantadas, com Ana Gabriela Ferreira. 

— Escola Maple Bear – 13h – Oficina 19: Fazendo Arte com a Terra da Cidade, com Gabriel Pontes.

— Escola: EEEFM Newtro Ferreira de Almeida – 16h – Oficina 20: Pedras Encantadas, com Ana Gabriela Ferreira.

Auditório Marco Antônio de Carvalho (apenas transmissão on-line):

— 9h e 14h – Mesa: “Literatura infantojuvenil e a contribuição do diálogo da superação”. Palestrante: Roberta Malta – Rio de Janeiro. Mediação: Paula Garruth.

— 19h – Mesa: “Crônica: a apreciação de um tempo reflexivo entre o cinza e o verde”. Palestrante: Henrique Rodrigues – Rio de Janeiro. Mediação: Poliana Bittencout.

Casa dos Braga

— Exposição: “100 palavras Rubem e Newton” – 8h às 18h.

— Esquete Teatral “Konexão Rubem Braga” (Dona Música Produções Culturais e Comunicação / BRK Ambiental) e City Tour Afetivo de Rubem Braga estudantil – 9h e 13h.

Exposições Especiais

— Biblioteca Pública Municipal Major Walter dos Santos Paiva – 8h às 18h.

— Museu Ferroviário “Domingos Lage”: “Acervo Crônicas de uma ferrovia” – 8h às 18h.

— Feira de Artesanato Especial da Bienal Rubem Braga (Museu Ferroviário) – 9h às 17h.