Centro

Obras de esgotamento sanitário chegam à rua Rui Barbosa

Via ficará interditada durante serviços
Foto: Divulgação/Agersa

A partir de segunda-feira (6), a rua Rui Barbosa – descida do Banco do Brasil – receberá obras de esgotamento sanitário relacionadas ao projeto Tratar, da Agência Municipal de Regulação dos Serviços Públicos Delegados de Cachoeiro de Itapemirim (Agersa).

De acordo com Felipe Gonçalves, diretor técnico em exercício da Agersa, a obra terá uma extensão de, aproximadamente, 2.100 metros de rede de esgoto, indo do Banco do Brasil até o Posto Sena. A primeira etapa compreenderá a rua Rui Barbosa e a segunda, a avenida Antônio Penedo. A previsão é que a obra chegue até a altura da Praça Gilberto Machado até dia 31 de janeiro.

Sobre a relevância das intervenções, Felipe Gonçalves afirma que, na região, 48% das redes coletoras ainda não estão conectadas diretamente à estação de tratamento de esgoto (ETE), o que será resolvido ao final da execução da obra.

“Nessa região, grande parte das redes coletoras utilizam a rede de drenagem para levar o esgoto à ETE. O problema maior se dá quando chove, pois, como a rede é de drenagem, o esgoto se mistura à água pluvial e acaba indo direto para o Rio Itapemirim. A obra é para executar redes do tipo separador absoluto, que recebe, exclusivamente, esgoto e são diretamente ligadas à ETE”, explica.

Trânsito e transporte coletivo

Diante da importância da rua Rui Barbosa como acesso ao centro da cidade, foi elaborado um plano de contingência em conjunto entre Agersa e Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano (Semdurb), com o objetivo de minimizar os impactos no trânsito e nos itinerários das linhas do transporte que utilizam a via.

Durante a primeira etapa, a rua Rui Barbosa terá interdição total até a altura do Ibama. Nesse período, os ônibus passarão pela rua Estrela do Norte, em direção ao Mercado Municipal, rua Dona Joana e rua 25 de Março. Os veículos de pequeno porte poderão acessar o Centro pela rua Isidoro Barbieri (atrás do Ciac), que será mão única em direção ao Banco do Brasil.

A segunda etapa, que corresponde ao trecho da avenida Antônio Penedo até a região do Hospital Unimed, terá o plano de contingência divulgado posteriormente.