Covid-19

Primeira fase do inquérito sorológico é iniciada em Cachoeiro

Moradores de diversos bairros fazem o teste rápido e respondem a um questionário
Foto: Márcia Leal/PMCI

Desta quarta (13) até sexta-feira (15), ocorrerá a primeira etapa do inquérito sorológico sobre Covid-19 em Cachoeiro, pesquisa da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) que consiste em testar uma amostra da população que seja representativa do todo. Moradores de diversos bairros serão testados durante quatro etapas, que acontecerão, a cada 15 dias, por equipes da Secretaria Municipal de Saúde (Semus).

O objetivo dessa ação é descobrir o percentual de pessoas que já tiveram contato com o novo coronavírus. Para a realização do inquérito, é utilizado o teste rápido para detectar anticorpos para o vírus. Foram disponibilizados 40 testes por setores censitários, que são unidades territoriais estabelecidas para controle cadastral, totalizando 400 testes no município na primeira fase.

Para aplicação do inquérito, os profissionais – devidamente uniformizados e equipados – fazem visitas a residências das 8h às 16h. São realizados sorteios para a escolha da casa, entre os bairros definidos, e do morador que fará o teste e responderá a um questionário, com perguntas sobre sintomas como febre, tosse, dor de garganta, dificuldade de respiração e doenças crônicas.

Caso o morador teste positivo, a equipe fará o encaminhamento necessário do paciente de acordo com sua situação clínica: se estiver assintomático, orientação de isolamento domiciliar; se apresentar sintomas, recomendação para que procure o Centro de Saúde Paulo Pereira Gomes (PPG) ou alguma Unidade Básica de Saúde, em casos mais simples. Além disso, os demais moradores do imóvel serão testados.

A definição do trajeto que cada equipe deverá atuar em seus respectivos municípios foi feita pela Sesa. Os bairros contemplados nesta primeira etapa serão: Centro; Alto Monte Cristo; Waldir Furtado Amorim (BNH de Baixo); Agostinho Simonato; Vila Rica; São Francisco de Assis; Aeroporto e Nossa Senhora de Fátima.

“Acredito que esta campanha é muito importante como forma de prevenção. Estou cumprindo o isolamento social corretamente – saio apenas para fazer compras no supermercado tomando todos cuidados possíveis -, e mesmo assim, aceitei fazer o teste. Estão fazendo um trabalho essencial para proteger nossa saúde”, comenta Kamilla Monteiro, moradora de um dos bairros contemplados.

“O inquérito sorológico é uma ação de extrema importância para o combate à Covid-19 no Espírito Santo. Ao final, certamente, teremos um retrato muito mais claro da infecção em nosso município”, destaca a secretária municipal de Saúde, Luciara Botelho.

A previsão é de que a segunda etapa da pesquisa aconteça dos dias 27 a 29 deste mês; a terceira, de 8 a 10 de junho; e a quarta, de 22 a 24 de junho.