Concessão

Área pública sem uso será viveiro de mudas para recuperação de áreas degradadas

Parte das mudas produzidas no local pela concessionária será dada ao município
Foto: Ilustrativa/Reprodução

Uma área pública sem uso, no bairro Aeroporto, em Cachoeiro, será transformada em um viveiro que produzirá mudas para ações de recuperação de áreas degradadas e arborização urbana desenvolvidas pela Prefeitura.

Para instalação do viveiro, o espaço foi concedido à iniciativa privada, por meio de concorrência pública promovida pela Secretaria Municipal de Agricultura e Interior (Semai). A preparação da estrutura será iniciada nos próximos dias e o prazo de concessão é de cinco anos.

Vinte por cento de todas as mudas frutíferas, nativas e plantas ornamentais produzidas, no local, pela concessionária serão entregues ao município e direcionadas, principalmente, ao projeto Nascentes Vivas, de recuperação de áreas em torno de mananciais no meio rural, executado pela Semai e pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma).

Além disso, as mudas poderão subsidiar ações de reflorestamento de matas ciliares nas margens do rio Itapemirim e de córregos, bem como o trabalho de arborização urbana, iniciativas que promovem ganhos ambientais importantes para o município.

“Esta é uma ação que realizamos com muita expectativa, considerando a importância de termos um viveiro para produzir mudas nativas para reflorestamento e recuperação de áreas degradadas nas propriedades rurais, contribuindo para o equilíbrio do ecossistema e, ainda, atender a uma demanda crescente de espécies apropriadas para a arborização urbana, que embeleza a cidade e traz conforto para as pessoas, ao amenizar o calor característico de Cachoeiro”, ressalta o secretário de Agricultura e Interior do município, Robertson Valladão.