Ascomirim

Associação de Catadores de Materiais Recicláveis retoma trabalho nesta terça (14)

Novo galpão fica na Rodovia do Valão; Ascomirim tem 12 associados
Foto: Divulgação/PMCI

A Associação de Catadores de Materiais Recicláveis de Cachoeiro de Itapemirim (Ascomirim) retomará seu trabalho nesta terça-feira (14), em um novo local. A nova sede provisória, localizada na avenida Mauro Miranda Madureira (Rodovia do Valão), no bairro Central Parque, será inaugurada em solenidade marcada para 9h30.

Atualmente, a Ascomirim conta com 12 associados, número que deverá ser ampliado de forma gradual. O novo espaço da associação é um galpão de 473 metros quadrados, de propriedade do Instituto de Previdência do Município de Cachoeiro de Itapemirim (Ipaci), e foi cedido, de forma onerosa, à Prefeitura de Cachoeiro.

O prédio tem sala de reuniões, recepção, cozinha e sala de refeições, além de quatro baias para separação dos recicláveis. Na parte de equipamentos, os catadores contarão com duas balanças, duas prensas e um elevador de carga.

Com a retomada do trabalho, os Pontos de Entrega Voluntária (PEVs) de materiais recicláveis serão recolocados gradativamente na cidade. Também haverá recolhimento de materiais em escolas.

Incêndio

A sede da Ascomirim, localizada no bairro Coronel Borges, foi danificada por um incêndio ocorrido em março de 2019. Desde então, a Prefeitura de Cachoeiro tem fornecido apoio aos associados, além de ter buscado alternativas para a retomada das atividades – o que se consolidou com a preparação do novo galpão, uma sede provisória até que o espaço da associação seja reformado.

Em junho deste ano, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma) também organizou uma capacitação em Segurança do Trabalho para os catadores, abordando questões relacionadas à definição de acidentes e incidentes e a importância da utilização correta dos equipamentos de proteção individual (EPIs). Os associados também tiveram uma atividade de formação sobre Primeiros Socorros.

“A Ascomirim tem um papel fundamental na coleta seletiva de Cachoeiro, e estamos muito felizes por ver esse trabalho sendo retomado. A atividade de coleta de materiais recicláveis é a principal fonte de renda para as famílias associadas, o que torna esse trabalho ainda mais relevante do ponto de vista socioambiental”, afirma a secretária municipal de Meio Ambiente, Luana Fonseca.