Benefício

Auxílio emergencial: ponto de apoio atendeu 100 pessoas no primeiro dia

Um dos objetivos da ação é evitar aglomerações em agências bancárias
Foto: Márcia Leal/PMCI

A Prefeitura de Cachoeiro iniciou, nesta quarta-feira (13), as atividades do ponto de apoio para cadastramento no programa de auxílio emergencial do governo federal. Cerca de 100 pessoas foram atendidas, na escola municipal Zilma Coelho Pinto (antiga Campanha), no primeiro dia do serviço.

O objetivo da ação é contribuir para evitar a aglomeração de pessoas na frente das agências bancárias da Caixa Econômica Federal, devido ao recebimento do benefício.

Quem se enquadra nos critérios do programa e precisa de ajuda para se cadastrar, deve se dirigir à escola, de segunda a sexta-feira, das 10h às 16h. No local, também sendo feita inscrição para o Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) – foram 20 atendimentos nesta quarta.

O trabalho é realizado por servidores das secretarias municipais de Desenvolvimento Social (Semdes), Desenvolvimento Econômico (Semdec) e Educação, que foram treinados para fazerem o atendimento.

O coordenador do Sistema de Comando de Operações (SCO) de combate à Covid-19, Ruy Guedes, viu como positivo o primeiro dia de atendimento na escola. “O espaço é um canal que foi criado para facilitar as informações e ajudar a população que precisa e está com dificuldades de acesso ao benefício. Além disso, ajudamos a evitar a aglomerações, o que contribui para a segurança de todos em meio à pandemia de covid-19”, frisou.

Quem foi atendido no local também aprovou o serviço. “Achei muito boa a iniciativa da Prefeitura. Há alguns dias que fiz o pedido e não consigo resolver. O atendimento aqui está sendo rápido e mais confortável”, disse Carlos Eduardo Rodrigues da Silva, do bairro Alto União.

Já Alex André de Oliveira, morador do Coronel Borges, não conseguiu realizar o procedimento pelo aplicativo do programa e optou por ir ao local. “Não estou conseguindo acessar pelo celular. Além disso, não consegui fazer o cadastro. Muito bom a Prefeitura ter feito esse ponto para dar apoio”, comenta.

Documentação

Para fazer o cadastro no aplicativo do programa da Caixa Econômica, é necessário portar CPF e um documento de identidade atualizado. Para o CadÚnico, é preciso apresentar documentos originais de todos os membros da família que moram na mesma residência, incluindo: comprovante de residência (mês atual ou anterior); certidão de nascimento ou casamento; CPF (a partir de 16 anos); título de eleitor (a partir de 18 anos); carteira de trabalho; e comprovante de renda (contracheque, extrato de aposentadoria, extrato de seguro-desemprego, extrato de recebimento de pensão).