1 mês

Cachoeiro tem recuperação após maior enchente da história

Prefeitura trabalhou em várias frentes para recuperar município e minimizar as perdas da população
Foto: Divulgação/PMCI

Um mês após a maior enchente de sua história, Cachoeiro de Itapemirim continua avançando em ações de recuperação. Antes mesmo de 25 de janeiro, dia em que ocorreu o desastre natural, a prefeitura começou a trabalhar em diversas frentes para tentar minimizar os problemas.

No início da semana em que ocorreu a enchente, foi realizada uma reunião de planejamento a respeito das fortes chuvas previstas para o período. No dia 24 de janeiro, já tendo em vista ocorrências pontuais em alguns locais da cidade, o prefeito Victor Coelho assinou um decreto de Situação de Emergência. Logo após a enchente, houve o decreto de Situação de Calamidade Pública.

Os decretos foram essenciais para dar celeridade à aquisição de materiais e mobilização da administração municipal, além de permitir o acesso a recursos de fontes externas. Isso inclui linhas de crédito emergenciais para comerciantes e programas assistenciais, como o Cartão Reconstrução ES, um auxílio financeiro de R$ 3 mil a famílias atingidas – mais de 800 cadastros de famílias cachoeirense foram feitos, sendo 500 já encaminhados para validação pelo governo estadual.

Às famílias atingidas também já foram doadas 22 toneladas de alimentos, itens de higiene, móveis, colchões, eletrodomésticos, entre outros. No Mutirão da Cidadania, realizado em 13 e 14 de fevereiro, os atingidos tiveram a oportunidade de pedir a segunda via de documentos perdidos e acessar serviços importantes, como vacinação contra hepatite A e outras doenças. O evento teve 3 mil atendimentos.

Houve, ainda, uma grande força-tarefa da Defesa Civil, que realizou 2.271 vistorias em imóveis afetados, na sede e no interior, com 189 interdições. A Prefeitura de Cachoeiro também encaminhou, no início de fevereiro, dois importantes projetos de lei para a Câmara Municipal para garantir, a donos ou ocupantes de imóveis atingidos pela enchente, condições diferenciadas para pagamento do IPTU deste ano e redução na conta de água.

Limpeza e obras

Na parte de limpeza, mais de 14 mil toneladas de entulho e lama foram retiradas das ruas e outros locais públicos, como praças e quadras de esportes. Esse trabalho foi potencializado com a realização, uma semana após a enchente, de um grande mutirão de limpeza na sede e no interior do município.

Continua em andamento o trabalho de recuperação de vias e locais públicos danificados. A ponte Carim Tanure, que liga a avenida Pinheiro Júnior, no bairro Ibitiquara, à Praça Jerônimo Monteiro, no centro de Cachoeiro, foi parcialmente liberada para o tráfego de veículos no último dia 14. A liberação parcial foi possível após restabelecimento dos acessos à ponte e da recuperação e correção das juntas de dilatação, itens importantes para a segurança dos pedestres e condutores.

Economia

A prefeitura desenvolveu diversas ações para contribuir com a recuperação das atividades econômicas afetadas. Foram feitas reuniões com comerciantes e oferecidos atendimentos de orientação na Sala do Empreendedor, a respeito de linhas de crédito emergenciais e outros temas importantes.

Também foi dado apoio a dois eventos importantes: o Bazar Solidário, que permitiu que lojistas faturassem R$ 560 mil comercializando itens recuperados da enchente; e o Feirão da Solidariedade, de venda de produtos novos com preços diferenciados (especialmente direcionados às famílias atingidas) que teve 8 mil visitantes e R$ 900 mil de faturamento.

Sistema de monitoramento

Para aprimorar o trabalho de prevenção a desastres naturais em Cachoeiro, a prefeitura está investindo em um novo sistema de alertas de cheias e inundações. O município já promoveu reuniões com a Agência Estadual de Recursos Hídricos (Agerh) sobre o tema, e o processo de aquisição de equipamentos a serem instalados em pontos estratégicos da bacia do rio Itapemirim deverá ser definido entre prefeitura e governo estadual nas próximas semanas.

“É um desafio muito grande enfrentar a maior enchente da história de Cachoeiro, mesmo com todo o trabalho de prevenção que fizemos. Ainda assim, estamos dando curso às ações e o município está retomando a sua rotina. O trabalho continua, e temos a certeza de que sairemos mais fortes desse período tão crítico”, destaca o prefeito Victor Coelho.