Mais de 90 anos

Com novas doses, Cachoeiro inicia vacinação domiciliar contra Covid-19 em idosos

Responsáveis por pessoas acima dos 90 anos devem procurar a unidade de saúde mais próxima para pedir a vacina
Foto: Márcia Leal/PMCI

Cachoeiro de Itapemirim recebeu, nesta quinta-feira (4), mais 1.030 doses de vacina contra Covid-19, totalizando 5.892. Com isso, a Secretaria Municipal de Saúde (Semus) iniciará, nesta sexta-feira (5) a vacinação de idosos acima de 90 anos, que acontecerá de forma domiciliar.

Equipes de Saúde da Família (ESFs) de seis bairros fizeram o levantamento de dados de 176 idosos para dar início à campanha. Para facilitar o mapeamento, os responsáveis por pessoas acima dos 90 anos devem procurar a Unidade Básica de Saúde (UBS) mais próxima para agendar a ida de vacinadores até a sua residência – confira o endereço e telefone de contato das UBS na página da Semus, no portal da Prefeitura.

“Os idosos não devem ser levados até as UBS para serem vacinados. A vacinação desse grupo ocorrerá de forma, exclusivamente, domiciliar, para evitar deslocamentos que podem colocar em risco a saúde dessas pessoas”, alerta o secretário municipal de Saúde, Alex Wingler.

Até a tarde desta quinta-feira, 4.520 pessoas foram vacinadas em Cachoeiro. Entre elas, estão acolhidos em Instituições de Longa Permanência de Idosos (ILPIs), funcionários dessas instituições e profissionais de saúde.

“Com as remessas que recebemos, é possível vacinar 100% das pessoas das ILPIs, 100% dos idosos com mais de 90 anos – que foram incluídos pelo governo estadual na primeira fase da campanha – e 76% dos profissionais de saúde (abrangendo, inicialmente, os que estão na linha de frente e os que atuam em hospitais e unidades de atendimento). Conforme a chegada de mais doses e o estabelecimento de novas orientações do Estado, vamos ampliando o público-alvo”, explica o secretário municipal de Saúde.

Vacinas

Das doses repassadas a Cachoeiro, 3.712 são da Coronavac e 2.180 da vacina de Oxford/AstraZeneca. Para ambas, é necessário que a pessoa vacinada receba duas doses, com intervalo de duas a quatro semanas entre a primeira e a segunda dose, no caso da Coronavac, e de cerca de 12 semanas, para a vacina de Oxford.

Mesmo quem recebeu a primeira dose da vacina precisa continuar mantendo as medidas sanitárias básicas, como uso de máscara, higienização das mãos e distanciamento social.

Confira os bairros onde haverá vacinação nesta sexta-feira (5):

Waldir Furtado Amorim (BNH de Baixo) – 21 vacinas

Zumbi – 21 vacinas

Aquidaban – 28 vacinas

São Luiz Gonzaga – 32 vacinas

Luiz Tinoco da Fonseca (BNH de Cima) – 36 vacinas

Vila Rica – 38 vacinas