Primeira dose

Covid: jovens precisam se vacinar para imunização de adolescentes ter início

Município precisa imunizar 8 mil para alcançar 90% de cobertura do grupo acima de 18 anos
Foto: Márcia Leal/PMCI

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (Semus) de Cachoeiro, 8 mil pessoas acima de 18 anos precisam tomar a primeira dose da vacina contra a Covid-19 para que o município alcance a meta de 90% de cobertura desse público, necessária para que se possa iniciar a imunização de adolescentes, quando houver autorização do governo estadual.

A vacinação de pessoas de 12 a 17 anos tem início previsto para o dia 15 de setembro no Espírito Santo e deve contemplar primeiro as que têm comorbidades.

Segundo a Semus, jovens de 18 a 25 anos são a maioria das pessoas que ainda não procuraram as unidades de saúde para receberem a primeira aplicação do imunizante. A secretaria lembra que não é preciso agendamento para isso. Basta comparecer, de segunda a sexta, entre 7h e 15h.

Para facilitar ainda mais o acesso à imunização, a Semus também promove mutirões. Nesta semana, a ação ocorre em três locais. Até sexta-feira (3), a Policlínica Municipal Bolívar de Abreu (Centro Municipal de Saúde) atenderá em horário estendido, das 7h às 20h. De quinta-feira (2) a sábado (4), das 12h às 19h, haverá, também, a opção de se vacinar no Shopping Cachoeiro (Centro) e no Perim Center (Caiçara).

O secretário municipal de Saúde, Alex Wingler, frisa que a meta de 90% de cobertura para que se possa avançar para a imunização de um outro grupo prioritário ou outra faixa etária é determinada pelo Ministério da Saúde, para todos os estados e municípios.

“Pedimos encarecidamente aos que ainda não tomaram a primeira dose para que o façam o mais breve possível. Cachoeiro corre o risco de ficar para trás na imunização dos adolescentes, caso não haja a colaboração, principalmente, dos adultos mais jovens. Precisamos do comprometimento de todos para conseguirmos avançar no controle da pandemia”, alerta.

Segunda dose

A Semus também reforça a orientação para que as pessoas que já tomaram a primeira dose da vacina contra o coronavírus não deixem de tomar a segunda, quando chegar o momento.

No caso das vacinas AstraZeneca e Pfizer, já é possível tomar a dose dois no intervalo de 70 dias. Já os que foram vacinados com a CoronaVac devem seguir a data marcada no cartão de vacinas.

Além das unidades básicas de saúde e da Policlínica Municipal, a segunda dose é aplicada no mutirão que ocorre nesta semana.

“Mesmo quem perdeu o prazo indicado deve completar o esquema vacinal, independentemente do tempo de atraso”, lembra Wingler.

Na hora de se vacinar, é preciso apresentar o cartão de vacinas e documento de identificação (CPF, RG ou cartão do SUS).

Vai vacinar? Doe alimentos e itens de higiene

As pessoas que se vacinam contra a Covid-19, em Cachoeiro, podem colaborar com a campanha “Compartilhe Amor”, doando, no momento da vacinação na unidade de saúde, alimentos não perecíveis e itens de higiene (álcool em gel e sabão), na quantidade que quiserem. A Prefeitura destina todos os produtos arrecadados a famílias em situação de vulnerabilidade social, para reforçar as ações de combate à insegurança alimentar no município durante a pandemia.