Educação: rede municipal ampliou atendimento com 1.726 novas vagas

A escola Padre Jefferson Luiz de Magalhães criou mais seis turmas de pré-escola e uma de maternal

A rede pública municipal de ensino de Cachoeiro está atendendo um número maior de estudantes neste ano. São 1.726 vagas a mais que em 2018 – um salto de 20.688 para 22.414.

Mais de 70% dessas vagas (1.233) foram criadas para a educação infantil, sendo 491 para creche (0 a 3 anos) e 742 para pré-escola (4 e 5 anos). 

A Padre Jefferson Luiz de Magalhães (supercreche), no bairro Boa Vista, é a escola que mais ampliou o acesso estudantil, graças ao anexo externo integrado este ano à unidade (em funcionamento no bairro Aeroporto), o que possibilitou a criação de seis turmas de pré-escola e uma de maternal.

A novidade agradou aos pais e responsáveis com crianças matriculadas na supercreche. É o caso de Carla Simonato, mãe de Ricardo Junior Silveira Almeida, de 4 anos, aluno do pré 1.

“Estou feliz por meu filho permanecer na escola onde está desde bebê. Ele não vai precisar sair de lá para seguir nos estudos. O anexo é maravilhoso e atende a uma demanda antiga. É a realização de um sonho. Agradecemos muito à Secretaria Municipal de Educação”, expressou Carla.

Ensino fundamental

No ensino fundamental, são 493 alunos a mais neste ano. O aumento de vagas ocorreu, em expressiva maioria, nas escolas Petronilha Vidigal, do distrito de Itaoca, e Coramara, no bairro de mesmo nome. Antes estaduais, ambas foram municipalizadas este ano e, com isso, abriram um total de 21 novas turmas.

“Temos tomado essas medidas a partir do termo de cooperação com o governo estadual, por meio do Pacto pela Aprendizagem. Por isso, nosso foco é ampliar, cada vez mais, as vagas de educação infantil e do ensino fundamental, do 1º ao 5º ano”, explicou Cristina Lens, secretária de Educação de Cachoeiro.

Ela complementou que outra iniciativa adotada para aumentar o acesso à rede municipal de ensino é a finalização da construção da supercreche do bairro Village da Luz. Os serviços, já em andamento, são de acabamento interno.

Concluída, a unidade atenderá cerca de 250 crianças de 0 a 5 anos da região geoescolar que compreende, além de Village da Lua, os bairros Rubem Braga e Fé e Raça.